sábado, 19 de setembro de 2015

DITADURA GAY MUNDIAL: GOVERNO DOS ESTADOS UNIDOS DIZ QUE AGORA VAI USAR "DIREITOS SEXUAIS" NAS DISCUSSÕES SOBRE DIREITOS HUMANOS E DESENVOLVIMENTO GLOBAL

Governo dos EUA diz que agora vai usar 'direitos sexuais' O termo

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O governo dos Estados Unidos diz que vai começar a usar o termo "direitos sexuais" nas discussões sobre direitos humanos e desenvolvimento global.

A declaração em uma reunião das Nações Unidas esta semana vem depois de anos de lobby de grupos que discutiram que os EUA devem mostrar liderança global sobre os direitos das pessoas de todas as identidades de gênero e orientações sexuais.

A declaração, postada em um site do Departamento de Estado, diz que os direitos sexuais incluem das pessoas "direito de controlar e decidir livre e responsavelmente sobre questões relacionadas à sua sexualidade, incluindo a saúde sexual e reprodutiva, livre de coerção, discriminação e violência."

O Centro, sediado em Washington para a Saúde e Eqüidade de Gênero ressaltou a indicação quinta-feira e disse que ficou encantado.

"Em um nível, é simbólica. Ele também envia um sinal para a comunidade global de que a saúde e os direitos sexuais e reprodutivos são uma parte da agenda de desenvolvimento global," Serra Sippel, presidente do centro, disse à Associated Press. Ela disse que segue "grandes avanços" feitos sob a administração Obama sobre questões LGBT.

O anúncio vem dias antes mais de 150 líderes mundiais se reúnem na ONU para lançar um ambicioso conjunto de metas de desenvolvimento, incluindo um de igualdade de gênero. Um dos muitos alvos da agenda é garantir o acesso universal à saúde sexual e reprodutiva e os direitos reprodutivos em 2030.

O novo uso dos EUA de "direitos sexuais" está em desacordo com os estados mais conservadores. A missão da Santa Sé na ONU não fez comentários sexta-feira mas apontou para uma declaração que fez sobre as metas de desenvolvimento do 01 de setembro, que reafirmou a sua "posição bem conhecido sobre esses métodos de planejamento familiar, que a Igreja Católica considera moralmente aceitável."

Observando o termo "direitos sexuais e reprodutivos" e termos similares, a declaração reiterou a posição da Santa Sé contra o aborto e salientou que a sua compreensão de gênero é "fundamentada na identidade sexual biológica que é macho ou fêmea."

Falando em uma reunião da agência das mulheres da ONU terça-feira, Richard Erdman, um vice-embaixador dos EUA na ONU, disse que os Estados Unidos iriam usar o termo "direitos sexuais" para aqueles que não são juridicamente vinculativas.

"Os direitos sexuais são direitos humanos não, e eles não estão consagrados no direito internacional dos direitos humanos, o nosso uso desse termo não reflete a visão de que eles fazem parte do direito consuetudinário internacional", disse ele. "É, no entanto, uma expressão crítica do nosso apoio para os direitos ea dignidade de todos os indivíduos, independentemente do seu sexo, orientação sexual ou identidade de gênero."

No entanto, Sippel descreveu a decisão os EUA como "Estados Unidos recuperar o atraso com o resto do mundo."

FONTES: 
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui ou deixe sua opinião.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Sobre Mim

Minha foto
UMA PESSOA SINCERA, TEMENTE A DEUS E SERVO DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. INTIMIDADE ALÉM DAS APARÊNCIAS!!!! APOIO OS SEGUINTES LINKS: (www.observandoanovaordem.blogspot.com/) (www.simceros.org/) CANAL OTANERY1, DO YOU TUBE.

Blogger Themes

Total de visualizações de página

Seguidores deste canal

Arquivo Geral do Blog

Minha lista de Sites e Blogs Parceiros

Translate this page

Receba notícias em seu e-mail

Hora Certa

Elite Maldita

Subscribe here to get our newsletter in your inbox, it is safe and EASY!

UOL AFILIADOS

LOMADEE.COM

LOMEDEE.COM