Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

ICloud, YouCloud, WeCloud - Computação em Nuvem - Controle Total 666

É sem dúvida cada vez mais eu, você e nós ouviremos falar na expressão “Cloud” (s.m. – nuvem), cujo significado literalmente nos coloca nas nuvens! Trata-se da tecnologia recente e em expansão, para o armazenamento dos dados e ou softwares no ambiente virtual, ou seja hospedado em servidor alheio, permitindo assim o uso dos dados por qualquer gadgets seu, sem que você carregue, CD´s, pendrives ou qualquer outro tipo de dispositivo com memória para armazenamento. Longe de min ser especialista em tecnologia, mas sem dúvida, com a recente adesão das “i” coisas de Steve Jobs (i.e., iPad, iPod e iPhone – Apple) a categoria iCloud, tal qual a Google com o Google docs e a Microsoft com seu Windows Skydrive no Windows Live e mais recentemente oWindows Intune nessa linha e com outras soluções para Empresas. Segundo a matéria da Veja desta semana, que motivou este post, a tecnologia aponta para o futuro e promete soluções para o SOHO (Small Office Home Office) e as Empresa, gerando economias em espaço e investimento em TI.

Richard Matthew Stallman, é o fundador do movimento free software, do projeto GNU, e da Free Software Foundation(FSF) ("Fundação para o Software Livre"). Um aclamado programador, seus maiores feitos incluem Emacs (e o GNU Emacs, mais tarde), o GNU Compiler Collection e o GNU Debugger. É também autor da GNU General Public License (GNU GPL ou GPL), a licença livre mais usada no mundo, que consolidou o conceito de copyleft.

Richard foi entrevistado há alguns dias por Alex Jones, produtor de um dos programas independentes de rádio (falado) mais populares de hoje em dia, o Info Wars. Em seus programas Alex defende os direitos individuais e de liberdade de expressão, expondo as ações da alta elite corporativista e bancária, além de governos que ela a controla. Alex tambémé produtor de documentários. Entre seus principais filmes estão "Terror Storm", sobre ataques de falsa bandeira, "Endgame" (assista aqui), que mostra como a elite esta se organizando para formar um governo mundial, e "Obama Deception" (assista aqui), que expões as pessoas por trás de Obama e sua verdadeira agenda.

Stallman e Alex trocaram idéias sobre software livre (que claramente não é a especialidade de Alex :)), o aumento do controle do governo americano sobre a infra-estrutura da internet, e a estratégia do governo para fiscalizar e controlar o conteúdo.

Stallman explicou inicialmente a diferenca entre free software, opensource e software fechado, defendendo sempre o sofware livre.
Falou também sobre a falta de seguranca de software fechado, que pode ser "hackeado" mais facilmente. Ele deu o exemplo do celular, no qual um vírus pode facilmente se infiltrar e passas a captar e enviar tudo que se passa ao redor.

Alex pergunta sobre ataques de falsa bandeira na internet, Richard diz que desconhece qualquer ocorrência deste tipo de ataque de forma digital, mas que vendo os exemplos do Incidente do Golfo de tonkin, no Vietnam, que foi um ataque inventado pelos EUA para iniciar a guerra do Viatnam, ou das armas de "destruição em massa" do Iraque, não há dúvida do que o governo seja capaz, mas que não poderia afirmar nada. Alex afirma que teve informações de hackers de que o prógoverno americano tem utilizado de cyber-terrorismo à ataques a hospitais e estacões de luz para colocar em pauta e aprovar leis que permitam aumentar o controlar sobre internet.

Eles discutem também do aumento do controle sobre a internet. Recentemente foram criadas leis nos Estados Unidos que passam o controle de toda a estrutura da internet para as mãos do governo. Aqui na Inglaterra também já há leis que forcam os provedores a repassar logs para o governo.

Para ilustrar, no mês passado o oficial encubido de coordenar as operacões de cyber-terrorismo do governo dos Estados Unidos renunciou, dizendo que a expansão do controle da Agência Nacional de Segurança sobre os eforços de segunranca computacionais de toda a nacão era uma ameaca para os processos democráticos. Veja aqui para mais informações.

Em minha humilde opinião, a chance de acontecer um cyber-ataque em grande escala, orquestrado ou facilitado pelo governo americano, é muito grande. E o resultado vocês podem apostar será o seguinte: "total controle da internet", da mesma forma como usaram os ataques das torres gêmeas para passar o "Ato Patriótico".

Quando Alex pergunta se ele acha que a internet tem futuro Richard Stallman diz que não ve nenhum.
Stallman ataca também o comércio livre, alegando que traz somente benefícios para os ricos e corrompe todos os países para onde as empresas vão . Perguntado sobre como cada um de nós pode lutar contra o controle da internet, Richard afirma que existe vários níveis. Por parte do usuário, quanto mais controle você tiver sobre o seu sistema operacional melhor, e salienta que se deve procurar manter dados (não publicáveis) localmente, ao invés de em servidores onde são facilmente acessíveis. A nível corporativo Richard orienta que as empresas devem dar preferência a usar software livre, e uma coisa que me surpreendeu foi Stallman atacou "Cloud Computing", a infra-estrutura de software na moda no momento, onde software é executado na "nuvem", alegando que a medida que passamos a execução de nossas aplicacões para empresas externas, perdemos o controle do sistema operacional onde está sendo executado além do que ficamos totalmente dependentes da nuvem.

Muito interessante a entrevista, e mostra como o governo mundial avança em sua tentativa de controlar nossas fontes de informações alternativas. Nós devemos lutar pelo direito de ter uma internet livre, já que todos os outros meios de comunicação que temos acesso são manipulados.

Este post foi coberto pela revista digital br-linux.org


EUA aprova a lei "Stop Online Piracy Act". A indústria do copyright avança na tentativa de controle da rede
Como prometido, aqui está a primeira parcela de do trabalho massivo para a regulamentação da Internet que é a Lei Stop Online Piracy Act. Vamos começar com a forma como ela pode afetar o Twitter, Tumblr, e a próxma rede inovadora social, acomputação em nuvem, ou serviço de hospedagem que um garoto inteligente pode projetar em sua garagem agora.

Vamos fazer uma coisa bem clara a partir do get-go: apesar de toda a conversa sobre esse projeto de lei sendo direcionados apenas para "rogue" sites estrangeiros, não há dúvida de que são alvo as empresas dos EUA também. O projeto de lei estabelece um sistema para punir sites supostamente "dedicado ao roubo de propriedade dos EUA." Como você concebe esse rótulo? Não vai demorar muito: Algumas parte do seu site (uma página sequer) deve

* ser direcionada para os EUA
* alegadamente "envolver-se em, permitir ou facilitar" a infração ou
* alegadamente a tomar ou tiver tomado medidas para "evitar confirmando uma alta probabilidade" de infração.

Se um detentor de direitos IP (vagamente definido - pode ser Justin Bieber preocupado com os seus direitos de publicidade) acha que você deve conhecer estes critérios e que de alguma forma está sendo prejudicado, ele pode enviar um aviso afirmando tanto para os processadores de pagamento (Visa, Mastercard, Paypal etc) e serviços de anúncio que você confiar.

Uma vez que começam, eles têm cinco dias para sufocar o seu apoio financeiro. Claro, os processadores de pagamento e redes de publicidade não serão capaz de afinar a sua resposta de modo que somente a parte supostamente infratora do seu site é afetada, o que significa que todo o seu site estará sob ataque. E, não fará diferença de que nenhum juiz declare você culpado de qualquer coisa ou que a DMCA dê abrigo seguro, seria a sua conduta se o assunto já foi ao tribunal. De fato, os serviços que foram especificamente encontrados legais, como o Rapidshare, poderiam ser estrangulados economicamente através de SOPA. Você pode registrar uma contra-notificação, mas você só tem cinco dias para fazê-lo (boa sorte para conseguir assessoria jurídica sólida no tempo) e os processadores de pagamento e redes de publicidade não têm obrigação de respeitá-lo em qualquer evento. Isso porque existem disposições vigilante que lhes concedem imunidade para ir asfixiando um site se eles têm uma "convicção razoável" de que alguma parte do site permite infração.

No mínimo, isto significa que qualquer serviço que hospeda conteúdo gerado pelo usuário vai estar sob enorme pressão para monitorar ativamente e filtrar esse conteúdo. Isso é um enorme fardo, e pior para os serviços que estão apenas começando - os YouTube's de amanhã que estão gerando empregos hoje. E não importa o que eles fazem, vamos ver uma enxurrada de anúncios de qualquer maneira - como aprendemos a partir do processo de remoção da DMCA, os proprietários de conteúdo são mais do que feliz para enviar queixas falsas. O que aconteceu com Wikileaks via censura voluntária passará a ser sistematizada e racionalizada - desde que alguém, em algum lugar, acha que eles têm um direito de IP que está sendo prejudicado.

Em essência, Hollywood está cansado dessas leis traquinas que ajudam a proteger a inovação, crescimento econômico e criatividade, em vez de modelos de negócio ultrapassados. Então, eles estão tentando reescrever as regras, regular a Internet, e danem-se as consequências para o resto de nós.

Assista a este espaço para mais análises, mas não espere para agir. Este projeto de lei não pode ser corrigido, deve ser morto. Patrocinadores do projeto de lei (e seus financiadores de empresas) querem empurrar essa coisa meio rapidamente, antes que os cidadãos comuns se vento do dano que vai causar. Se você não quer deixar a grande mídia controlar o futuro da inovação e de expressão online, agir agora, e exortar todos que você conhece a fazerem o mesmo. 


via twitter: @samadeu e @EspiritoLivre

E assim vão censurando a internet, para proteger interesses financeiros de corporações e impedir que conteúdo contra a Nova Ordem Mundial seja publicado.



Share:

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

DECLARAÇÃO DE OBAMA SOBRE A ASSINATURA NDAA (LEI MARCIAL NORTE-AMERICANA): EU TENHO O PODER PARA DETER OS AMERICANOS ... MAS NÃO VOU



[obama_signs_ndaa_indefinite_detention%2520-%2520Apocalipse%2520Em%2520Tempo%2520Real%255B2%255D.jpg]

     O presidente Barack Obama assinou na última noite do ano, o controverso Decreto de Autorização de Defesa Nacional (NDAA ou National Defense Authorization Act) no Havaí.
     A rede CNN informou que Barack Obama "relutantemente assinou uma lei de autorização de defesa, dizendo que estava preocupado com alguns no Congresso que querem restringir as opções usadas pelas forças de segurança em operações de contraterrorismo".
     Mesmo antes do projeto de lei ter sido assinado por Obama, havia sentimentos opostos sobre o NDAA.
     O projeto só tinha um índice de aprovação de 2 por cento em uma pesquisa conduzida pelo site   OpenCongress.com. Apenas 8 pessoas apoiavam o projeto de lei dos 395 eleitores consultados.
     Outra pesquisa feita com 397 pessoas, realizado por PopVox, o projeto de lei só alcançou uma taxa de aprovação de 9 por cento.
     Um dos aspectos mais controversos do projeto de lei envolve a autoridade outorgada ao presidente dos Estados Unidos para ordenar a detenção de cidadãos norte-americanos de maneira completamente arbitrária.
     "O projeto de lei afirma e codifica a autoridade do Presidente dos EUA para deter indefinidamente a qualquer pessoa sob custódia militar, incluindo cidadãos dos EUA, que sejam suspeitos ou brindar apoio ao terrorismo".
     O argumento dado por Obama aos que se opunham ao decreto foi que "o governo não vai autorizar a detenção indefinida sem julgamento militar dos cidadãos americanos", e argumentou que a autorização de 2001 para o Uso de Força Militar agir após o atentado de 11 de setembro, de acordo ao as leis do Supremo Tribunal, já conferiam autoridade para o Poder Executivo fazer detenções temporárias.
     Vale lembrar que Obama tinha assinado horas antes também novas sanções financeiras contra o regime iraniano.

Por: Infowars
Share:

Sobre Mim

Minha foto
UMA PESSOA SINCERA, TEMENTE A DEUS E SERVO DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. INTIMIDADE ALÉM DAS APARÊNCIAS!!!! APOIO OS SEGUINTES LINKS: (www.observandoanovaordem.blogspot.com/) (www.simceros.org/) CANAL OTANERY1, DO YOU TUBE.

Blogger Themes

Total de visualizações de página

Seguidores deste canal

Arquivo Geral do Blog

Minha lista de Sites e Blogs Parceiros

Translate this page

Receba notícias em seu e-mail

Hora Certa

Elite Maldita

Subscribe here to get our newsletter in your inbox, it is safe and EASY!

UOL AFILIADOS

LOMADEE.COM

LOMEDEE.COM