Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

"Estão a transformar-me num zombie", diz El Chapo

Joaquim ‘El Chapo’ Guzmán foi recapturado no passado dia 8 de janeiro.



DR
Mundo Prisão 21:46 - 16/02/16 POR Patrícia Martins Carvalho
 
“Estão a transformar El Chapo em zombie”. A frase pertence a Juan Pablo Badillo, um dos advogados do conhecido narcotraficante que, esta terça-feira, acusou as autoridades prisionais de não permitirem que o seu cliente durma descansado.

De acordo com a agência Efe, os guardas do estabelecimento prisional de Altiplano, no Estado do México, acordam o traficante a cada duas horas e de forma “estridente”.

“É uma situação insuportável. Ele sente-se torturado”, defendeu o advogado.

Numa carta divulgada pelo causídico, El Chapo escreveu que o acordam para “fazer a revista”. “Estão a transformar-me num zombie, não me deixam dormir e a coisa que eu mais quero é que me deixem dormir”, escreveu o prisioneiro.

Nesta senda, Juan Pablo Badillo pediu que se “suspenda imediatamente a infame e brutal tortura física e mental” que está a ser aplicada ao seu cliente, garantindo que não vai descansar enquanto as condições de vida de El Chapo não melhorarem na prisão.

Recorde-se que El Chapo foi recapturado a 8 de janeiro depois de ter fugido da prisão de segurança máxima em julho do ano passado através de um túnel de 1,5 quilómetros.


FONTE:
http://www.noticiasaominuto.com/mundo/539556/estao-a-transformar-me-num-zombie-diz-el-chapo
Share:

domingo, 28 de fevereiro de 2016

O teólogo Leonardo Boff, AFIRMA: Aquecimento global é "uma sentença de morte" - E o Climagate, onde fica???


O teólogo Leonardo Boff elencou na terça-feira o aquecimento global, o princípio de autodestruição, a incapacidade da terra para se renovar e a escassez de água como as grandes ameaças à vida humana tal como é hoje conhecida.


Lusa
 
Boff, um dos maiores expoentes da Teologia da Libertação no Brasil e conhecido ambientalista, falava numa conferência no Palácio Nacional da República Dominicana, em Santo Domingo, que contou com a presença do Presidente Danilo Medina, da vice-presidente Margarita Cedeño de Fernández e de outros membros do Governo dominicano.

Um dos grandes problemas que se avizinham será, segundo Boff, o que irá causar 100 milhões de migrantes por motivos ambientais, afetados pela falta de água e que não vão aceitar essa "sentença de morte" e irão passar a invadir países e territórios.

"Apenas 10% de 0,07% da água potável [aproveitada] se destina ao consumo humano e animal, pelo que temos que nos preparar para uma emergência humana com categoria de catástrofe ambiental e social sem precedentes no mundo", advertiu.

O ex-sacerdote e escritor lamentou a "máquina da morte" que, a seu ver, o homem impôs sobre a Terra e a natureza, apesar de considerar que "ainda há tempo" para redimir o planeta.

"Temos de levar a cabo uma mudança radical do coração e da mente; não temos a tradição de cultivar o espírito para dar amor, solidariedade, disfrutar da alegria de partilhar, de nos considerarmos irmãos, de saber perdoar e oferecer compaixão; esses são os valores da vida espiritual", apontou Boff, cujas palavras receberam aplausos por parte da audiência.

Boff alertou que a Terra superou em cerca de 30% a sua capacidade de regeneração devido à sobrecarga que lhe impôs a humanidade e recordou que, segundo dados da comunidade científica norte-americana, o aquecimento abrupto da Terra nos próximos 15 ou 20 anos pode chegar aos quatro ou cinco graus.

"Com essa temperatura, a vida que conhecemos não vai continuar; devemos ter o cuidado de olhar para uma estratégia de sobrevivência da espécie humana e para o futuro da nossa civilização", sentenciou o teólogo que, por várias ocasiões, se referiu positivamente à encíclica do papa Francisco "Laudato Si", sobre a proteção do meio ambiente.


FONTE:
http://www.noticiasaominuto.com/mundo/539662/aquecimento-global-e-uma-sentenca-de-morte
Share:

Epidemia de febre-amarela já matou 77 pessoas

O número de mortes provocadas pela epidemia de febre-amarela em Angola ascende já a 77, com mais de 315 casos suspeitos de infeção, disse hoje à Lusa o representante da Organização Mundial de Saúde (OMS) no país. Lusa
 
De acordo com Hernando Agudelo, nesta altura já estão comprovados laboratorialmente 10 casos de febre-amarela em Angola, sendo que para a OMS "com um único é possível declarar o surto".

"Há outros casos em análises, mas há muitos suspeitos que acabam por não ser febre-amarela, podem ser por exemplo malária", explicou o representante da OMS.

Aquela organização de saúde das Nações Unidas está a colaborar com as autoridades angolanas no combate à doença, nomeadamente numa campanha de vacinação extraordinária da população de Luanda.

"Temos 77 óbitos, até ao momento, mas isso não significa que sejam todos de febre-amarela. É uma suspeita que tem de ser verificada pelo laboratório. São casos que caem dentro da descrição da febre-amarela", sublinhou ainda Hernando Agudelo, em entrevista à Lusa, em Luanda.

O foco da epidemia está concentrado desde o final de dezembro na zona do mercado "Quilometro 30", no município de Viana, arredores de Luanda, onde decorre uma campanha de vacinação da população por militares.

Cerca de um terço dos óbitos suspeitos aconteceram em Viana, mas mortes suspeitas já se registraram também em outras províncias angolanas, essencialmente de vendedoras que se deslocaram àquele mercado, para comercializar produtos.

A transmissão da doença é feita pelos mosquitos da espécie 'Aedes aegypti', que segundo a OMS, em algumas zonas de Viana, chega a estar presente em 100% das casas.

Decorrem ainda nesta zona campanhas de sensibilização para a necessidade de limpeza do lixo nas ruas e escoamento de água estagnada, principais pontos de propagação dos mosquitos.


FONTE:
http://www.noticiasaominuto.com/mundo/539911/epidemia-de-febre-amarela-ja-matou-77-pessoas
Share:

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

DITADURA GAY: Cartaz TENDENCIOSO e MALDOSO pró-LGBT afirma que Jesus tinha dois pais

A frase foi criticada pela Conferência Episcopal que pede respeito à fé de milhões de portugueses

Cartaz pró-LGBT afirma que Jesus tinha dois pais

Em Portugal uma campanha do Bloco de Esquerda (BE) em apoio a adoção de crianças por casais homossexuais tem gerado uma grande polêmica.

Isso porque a entidade política pró LGBT resolveu colocar uma imagem de Jesus Cristo e dizer que “Jesus também tinha 2 pais”, causando uma grande confusão com os cristãos e gerando revolta por parte da Conferência Episcopal.

Manuel Barbosa, porta-voz da Conferência Episcopal, emitiu uma nota dizendo a propaganda é “uma afronta aos crentes”.

“Deve haver respeito pela liberdade de expressão. Sabemos que esse respeito deve ser sempre um respeito mútuo. A liberdade implica sempre relação e corresponsabilidade e, este respeito mútuo, não sei se está presente no anúncio deste cartaz”, disse ele em entrevista à agência Lusa.

O religioso não tem dúvidas de que o cartaz “afronta os crentes que seguem Jesus Cristo e os que são da igreja, naturalmente”.

O jornal Público divulgou que o cartaz com a imagem de Jesus é apenas uma das diversas campanhas que o BE pretende distribuir pelo país, citando que há ainda um outdoor com desenhos que representam diferentes tipos de famílias acompanhados da palavra “Igualdade”.

Sobre o cartaz, a deputada do BE, Sandra Cunha, disse que a intenção não é ofender os cristãos, apenas “mostrar às pessoas que sempre existiram famílias diferentes e que essa não é uma realidade nova nem recente”.

Ainda segundo a deputada, os dois pais a que se refere o cartaz são o pai espiritual e o pai terreno de Jesus Cristo.

Mas para o porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa essa analogia não faz nenhum sentido para tentar promover o casamento gay e a adoção de crianças por esses casais.

“Essa dos pais espirituais é abusiva. Penso que há um certo aproveitamento, num período em que na igreja se está a viver um tempo forte de Quaresma, depois a Páscoa e o Ano da Misericórdia. Não sei se é coincidência ou se é propositado”, disse.


FONTES:

Share:

Zika: Vacina será testada em humanos nos EUA antes do fim deste ano

O grupo farmacêutico norte-americano Inovio Pharmaceuticals, que está a desenvolver uma vacina contra o vírus Zika, anunciou hoje que irá iniciar testes em humanos antes do fim deste ano.

Lusa

"Estamos agora a produzir a vacina contra o Zika para a testar em humanos antes do fim do ano", declarou Jeff Richardson, um porta-voz do laboratório, citado pela agência de notícias France Presse.


Esta decisão ocorre, acrescentou, após testes conclusivos em animais.

"Os testes pré-clínicos mostraram que a vacina sintética contra o vírus Zika desencadeia respostas duradouras e imunes, demonstrando o potencial (...) para prevenir e tratar as infecções causadas por este patogênese", garantiu a Inovio em comunicado.

O grupo farmacêutico testou a vacina em ratos e obteve uma resposta imunitária, precisou, e vai começar imediatamente os testes em macacos e depois avançar para os seres humanos, antes do fim do ano.

Esta última etapa deverá conduzir, em seguida, a um pedido de colocação da vacina no mercado, indicou a Inovio, que pretende pedir às autoridades sanitárias uma análise acelerada do seu caso.

A vacina anti-Zika desenvolvida pela Inovio é sintética, ou seja, não assenta num vírus vivo, mas num pedaço de ADN do vírus e pode, por isso, ser conservada sem refrigeração durante várias horas.

Na bolsa de Wall Street, as perspectivas positivas fizeram subir de 6,16 para 6,98 dólares as ações Inovio nas primeiras transações.

Além da Inovio, mais de uma dezena de grupos farmacêuticos, como o francês Sanofi Pasteur e o indiano Bharat Biotech, estão a trabalhar numa vacina anti-Zika, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Não existe, até agora, qualquer medicação para combater este vírus, suspeito de ter uma relação direta com casos de recém-nascidos com uma cabeça e um cérebro anormalmente pequenos (microcefalia) e de estar também ligado à síndroma neurológica de Guillain-Barré (SGB).

A OMS prevê uma propagação "explosiva" do Zika no continente americano, com entre três e quatro milhões de casos este ano. No Brasil, há já 1,5 milhões de casos registrados.


FONTE:
http://www.noticiasaominuto.com/mundo/540159/zika-vacina-sera-testada-em-humanos-nos-eua-antes-do-fim-deste-ano
Share:

CORRUPÇÃO NO BRASIL: A capacidade de manipulação dos poderosos

Enorme capacidade de manipulação dos poderosos faz com que segmentos menos favorecidos da sociedade encampem, como suas, teses que na verdade contrariam seus interesses e só beneficiam os mais abastados. É como se o barco dos que têm muito, e que são poucos, navegasse rebocando o barco dos que têm pouco, e que são muitos. Todos na mesma onda


A capacidade de manipulação dos ricos e poderosos é imensa. Contam, para isso, não só com seus enormes recursos financeiros como ,com o fundamental apoio da chamada grande imprensa, que, como é natural, é comandada por ricos e poderosos. Ou seja, estão todos no mesmo barco.

Essa capacidade de manipulação faz com que os segmentos mais pobres da sociedade e as classes médias encampem, como suas, teses que na verdade contrariam seus interesses e só beneficiam ricos e poderosos. É como se o barco dos que têm muito, e que são poucos, navegasse rebocando o barco dos que têm pouco, e que são muitos. Todos na mesma onda.

Um bom exemplo dessa capacidade de manipulação e cooptação dos que têm menos pelos que têm muito é a tão falada carga tributária brasileira. Os ricos e poderosos disseminam uma gigantesca operação de manipulação de informações para confundir as pessoas e fazer com que todos acreditem na mentira que é a “enorme carga tributária brasileira”.

Claro que ninguém gosta de pagar impostos. Isso é um dado histórico, basta nos lembrarmos de Tiradentes e dos revoltosos de Minas Gerais, entre outros. Mas, diferentemente do que alardeiam os ricos e poderosos, o problema não é o tamanho da carga tributária brasileira. O problema é a injustiça do sistema tributário brasileiro, em que os mais pobres e as classes médias pagam muito mais impostos do que esses ricos e poderosos que fazem tanto barulho.

O sistema tributário brasileiro é injusto socialmente, beneficia os mais ricos e prejudica os mais pobres. Essa é a questão central. Pobres pagam muito mais impostos, pois as decisões sobre tributos são tomadas por governantes e tecnocratas ansiosos por agradar aos ricos e poderosos (e que volta e meia trabalham para eles) e pelos representantes que esses ricos e poderosos têm no Congresso Nacional — e que impedem e boicotam qualquer reforma desse sistema tributário que venha a implantar a justiça social no pagamento dos impostos.

A favor dos manipuladores há outro fator: a incapacidade de sucessivos governos, nas três esferas da Federação, de aplicar bem e corretamente os recursos arrecadados com os impostos. É natural, diante da precariedade total dos serviços públicos e dos reiterados casos de desvios de dinheiro público, que as pessoas, independentemente de classe social, rebelem-se contra qualquer aumento de imposto ou da carga tributária.

Os manipuladores impedem que as informações corretas sejam disseminadas e que haja um debate sério e qualificado sobre a questão tributária. Fazem isso para defender seus interesses e continuar pagando impostos irrisórios e sonegando à vontade e impunemente.

Não dizem os manipuladores, por exemplo, que estudos do Fundo Monetário Internacional e da Heritage Foundation, citados por Grazielle Custódio David, especialista em Orçamento Público e assessora do Inesc – Instituto de Estudos Socioeconômicos – mostram que entre as 20 maiores economias do mundo, o Brasil tem a quinta mais baixa carga tributária. A carga tributária brasileira não é alta como pintam: os problemas são que recai sobre os mais pobres e isenta os ricos, e os impostos arrecadados são mal aplicados e desviados.

Grazielle, em matéria de Joana Rozowykwiat publicada no portal Vermelho, mostra que os impostos indiretos, sobre consumo de produtos e serviços, recaem mais sobre os que ganham menos. No Brasil, 51,28% dos impostos vêm do consumo. Os salários contribuem com 24,08% dos impostos, a renda com 18,1% e a propriedade com apenas 3,93%. A média internacional de imposto sobre propriedade é de 8% a 12%. Impostos sobre consumo, quando aumentam, se refletem no aumento dos preços. Empresários jamais aceitam reduzir suas margens de lucro.

No Brasil, os assalariados têm seus impostos descontados na fonte. Já os empresários que recebem lucros e dividendos não pagam imposto de renda desde 1995, no governo de Fernando Henrique Cardoso. Nos Estados Unidos, lucros e dividendos são taxados em 21,2%, na França em 38,5%. A maior alíquota de imposto de renda no Brasil, para os que ganham mais, é de 27,5%. Nos Estados Unidos, é de 39,6%, na Alemanha é de 45% e na Suécia é de 56,7%.

No Congresso, os ricos e poderosos asseguram suas vantagens. Recentemente o governo propôs um aumento de 30% no imposto de renda sobre ganhos de capital. O senador tucano Tasso Jereissati, que é empresário, baixou para 22,5% e ainda aumentou o piso de R$ 20 milhões para R$ 30 milhões. Legislou em causa própria e a imprensa apresentou o resultado como “derrota do governo”, omitindo o sentido real da proposta e da derrota.

A sonegação de impostos no Brasil é avaliada, por Grazielle, em R$ 500 bilhões. A sonegação é um jogo financeiro do empresariado, que não paga os impostos, aplica o dinheiro que deveria ter ido para os cofres públicos e depois se beneficia dos programas de refinanciamento de dívidas, com longo prazo para pagamento e perdão de juros. Um grande negócio, não permitido às pessoas físicas. E o Congresso Nacional tem evitado que sonegadores sejam punidos. Quando pagam ou renegociam as dívidas, são perdoados.

Sem arrecadar, o Estado não tem como funcionar adequadamente, aqui ou em qualquer país. Sem impostos, um país não tem recursos para prestar serviços à população. E quem mais precisa desses serviços são os mais pobres, que mais dependem do Estado, porque precisam de benefícios sociais, educação e saúde públicas, segurança e transporte. Os ricos e poderosos que se voltam contra a justiça tributária e não querem pagar impostos não precisam desses serviços.

A manipulação desses ricos e poderosos se volta agora contra a CPMF. Na verdade, o que eles mais temem é que com a CPMF fica muito mais difícil sonegar impostos. E aí entra também a questão política: são contra a CPMF os que ainda apostam no agravamento da crise econômica para desgastar e, se possível, derrubar o governo.

O povo tem razão de cobrar a correta aplicação dos impostos e não querer que mais um seja criado. Mas, em vez de se aliar as ricos e poderosos, o que deve fazer é lutar por uma reforma tributária que leve quem tem mais a pagar mais impostos, e quem tem menos a pagar menos ou não pagar impostos. E que, de quebra, simplifique e desburocratize o sistema, reduzindo os custos do Estado e das empresas para cobrar e pagar impostos.

O governo federal deveria estar fazendo este debate, e enfrentá-lo com coragem. Só defender a CPMF, diante da enorme capacidade de manipulação de ricos e poderosos, aliada à estratégia de desgaste político, é muito pouco.

Hélio Doyle, Brasil 247


FONTE:
Share:

Donald Trump vira "Anticristo" em capa de jornal dos EUA

Primeira página polêmica surge na sequência de divergência pública entre o Papa Francisco e o candidato republicano às presidenciais nos Estados Unidos.


O New York Daily News volta a se destacar com uma capa que virou notícia. Depois de ter comparado a vitória de Donald Trump nas primárias em New Hampshire a um apocalipse zumbi, o jornal nova-iorquino aproveitou a polêmica entre Donald Trump e o Papa Francisco para chamar de “Anticristo” o multimilionário que quer governar os Estados Unidos.
PUB

O Papa Francisco afirmou que “quem quer muros em vez de pontes não é bom cristão”, uma ‘indireta’ para Donald Trump que levou o milionário de Manhattan a afirmar no Facebook que, se um dia o Estado Islâmico atacasse o Vaticano, o Papa iria desejar que tivesse sido Trump o presidente dos Estados Unidos, porque tal não teria acontecido.

Depois de já ter colocado Donald Trump na sua primeira página como um palhaço e de ter recuperado a expressão “I’m with stupid” na altura em que Sarah Palin anunciou o seu apoio a Trump, o New York Daily News voltou agora o ataque.

A ‘guerra’ mantém-se desde que Trump anunciou a sua candidatura em junho e 2015. Desde então, o multimilionário tem criticado o jornal, sugerindo que está à beira da falência.
 
 
FONTE:
Share:

Estado Islâmico ameaça fundadores do Facebook e do Twitter

Hackers do grupo jihadista anunciaram que os mais recentes focos do grupo são Mark Zuckerberg e Jack Dorsey

Reprodução

Hackers do Estado Islâmico anunciaram que os mais recentes focos do grupo são o executivo-chefe do Facebook, Mark Zuckerberg, e o do Twitter, Jack Dorsey. Em vídeo do "Exército dos Filhos do Califado", a autointitulada divisão de hackers do grupo jihadista, ataca o fato de que o Facebook e o Twitter têm fechado contas de extremistas.

A gravação foi considerada autêntica pela Storyful, uma agência de notícias que verifica conteúdos divulgados na internet. O vídeo afirma que o "Exército dos Filhos do Califado" tem mais de 10 mil contas no Facebook, 150 grupos nessa rede social e 5 mil contas no Twitter.

Segundo o grupo, essas plataformas são utilizadas para distribuir conteúdo do Estado Islâmico.

O vídeo não menciona ameaças verbais contra Zuckerberg e Dorsey, mas mostra a imagem dos dois executivos do setor de tecnologia com buracos de bala. A mensagem diz que, para cada conta fechada, outras dez serão abertas.

Representantes do Facebook e do Twitter não quiseram comentar o vídeo. O FBI tampouco quis tratar do assunto.

Neste mês, o Twitter anunciou que suspendeu 125 mil contas relacionadas ao Estado Islâmico nos últimos seis meses. O Facebook não divulga esse número, mas diz que não tolera conteúdo extremista na rede e retira conteúdo ofensivo quando ele é denunciado. Com informações do Estadão Conteúdo.


FONTE:
Share:

ARMAÇÃO ILIMITADA: Câmara aprova e manifestação poderá se enquadrar como terrorismo, Dilma só precisa sancionar

O Pt outra vez faz de tudo pra acabar com as manifestações - Ausência de legislação sobre o tema deixava o país arriscado a sofrer sanções internacionais. Projeto faz ressalva a manifestações populares



O PT, Dilma, LULA e sua trupe quer de toda maneira acabar com as manifestações nas ruas. O Brasileiro precisa criar coragem e retirar essa turma do poder. Manifestação poderá ser considerada como terrorismo. Faltando menos de seis meses para as Olimpíadas, a Câmara dos Deputados concluiu nesta quarta-feira a votação do projeto de lei que tipifica e criminaliza a prática de terrorismo, ainda sem punição específica no país. A ausência de uma legislação sobre o tema, além de colocar em xeque a segurança do Brasil em eventos como a Rio-2016, deixa o país sob o risco de sofrer sanções internacionais, como o rebaixamento das agências de avaliação de risco.

O texto, que agora vai à sanção presidencial, foi encampado pelo governo para adequar-se às exigências internacionais. A medida, no entanto, encontra dura resistência do próprio PT e de partidos de esquerda, que temem que a prática possa ser confundida com as manifestações populares – e, dessa forma, atingir movimentos como o dos Sem Terra e outras importantes bases eleitorais da legenda. O projeto determina penas de reclusão de doze a trinta anos para quem comete um ato terrorista.

“Mais uma vez a nossa juventude e todos aqueles que questionam o Estado serão objeto desse tipo de tipificação. Nosso Código Penal já dá conta desses fatos e atos previstos. Com a aprovação dessa lei, nós podemos estar inaugurando a atividade terrorista aqui no país. Acho um despropósito que tenhamos que votar isso”, afirmou o deputado Wadih Damous (PT-RJ), que acrescentou que vai tentar convencer o governo a vetar trechos da matéria.


FONTE:
Share:

PRESSIONADA POR 21 PAÍSES CORTE DE HAIA QUER NOVAS ELEIÇÕES NO BRASIL, PRISÃO DE LULA E FIM DA CORRUPÇÃO



Corte de HAIA avisa “Ou tira a Dilma, prende o LULA e para a roubalheira, Ou Brasil sofrerá sanções”

Brasil poderá sofrer sanções da corte internacional criminal de Haia…

 
21 países enviaram uma carta a corte de HAIA para que medidas sejam tomadas no Brasil se não houver um ponto final na corrupção. O pedido ainda contempla a saída de Dilma com novas eleições gerais. Investigações severas e prisão do ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva e a paralisação total da corrupção.

Entre as sanções os grupo que forma G1 poderá deixar de comprar qualquer produto alimentícios do Brasil.

S. Exa. FATOU BENSOUDA PROMOTORA CHEFE DO TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL
CONSIDERANDO que, a Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948) proclama: “Artigo III – Toda pessoa tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal.”

CONSIDERANDO que, por decorrência disso, também proclama: “Artigo XXV – Toda pessoa tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e a sua família saúde e bem estar. Inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez, velhice ou outros casos de perda dos meios de subsistência em circunstâncias fora do seu controle.”

CONSIDERANDO que a Convenção das Nações Unidas Contra o Crime Organizado (2000) elevou à condição de crimes transnacionais, a participação em um grupo criminoso organizado, a lavagem do produto do crime e a corrupção.

CONSIDERANDO que a Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção (2003) proclamou no seu Preâmbulo, “que a corrupção deixou de ser um problema local para converter-se em um fenômeno transnacional que afeta todas as sociedades e economias, faz-se necessária a cooperação internacional para preveni-la e lutar contra ela; (…)”

CONSIDERANDO que o Estatuto de Roma do Tribunal Penal Internacional define como crimes contra a Humanidade, os atos praticados como parte de um ataque generalizado ou sistemático contra uma população civil e com conhecimento de tal ataque, que envolvam homicídio, extermínio, escravidão, deportação ou transferência forçada de polulações, perseguição a um grupo com identidade própria, desaparecimento de pessoas, apartheid e OUTROS ATOS DESUMANOS DE CARÁTER SIMILAR que causem intencionalmente grande sofrimento ou atentem gravemente contra a integridade física ou a saúde mental ou física.

CONSIDERANDO que o Ministério Público Federal, em declaração do Procurador da Operação Lava-Jato Deltan Dallagnol, postula que “Quem rouba milhões, mata milhões” , significando isso, no seu entendimento explícito, que o “parâmetro para lidar com a corrupção deve ser o crime de homicídio”.

CONSIDERANDO, que a corrupção na amplitude, profundidade e sistematicidade que está sendo evidenciada pela Operação Lava-Jato, no entendimento expresso do Procurador Deltan Dallagnol, “é um crime hediondo”, porque “ela rouba a comida, o remédio e a escola do brasileiro”.

CONSIDERANDO que existem evidências e já se torna notório que a corrupção sistêmica – que atinge cifras multibilionárias no Brasil – está muito longe de ser estancada e que o seu comando central não foi atingido pelas medidas repressivas em curso no país.

CONSIDERANDO o fato notório que, muitas das práticas criminosas que configuram a corrupção sistêmica neste país, já ganham foros de naturalidade, pela omissão ou obstaculização ativa das investigações e do devido processo do direito, por parte das autoridades competentes nas três esferas do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário, e pela cultura de leniência e acomodação na delinquência, que se dissemina na sua esteira.

CONSIDERANDO que essa realidade fática, além da sua desumanidade ínsita, desafia a ordem jurídica internacional, e ameaça constituir-se no foco de uma grave instabilidade social neste país, com implicações continentais e desdobramentos estratégicos no concerto das nações.

CONSIDERANDO a necessidade de prevenir-se essa grave ameaça à paz no hemisfério ocidental, antes que os seus efeitos deletérios se tornem irreversíveis.

CONSIDERANDO, pelo assim exposto, que o caso-Brasil é paradigmático, para a inclusão do crime internacional de corrupção sistêmica, mediante formação de organização criminosa, e seus delitos conexos, na tipificação dos atos desumanos que causam sofrimento coletivo e prejuízos graves à saúde física e mental dos povos.

Os cidadãos brasileiros signatários submetem ao PROMOTOR do TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL petição no sentido:

1. QUE a Promotoria desenvolva os estudos e investigações cabíveis para a submissão, à jurisdição do Tribunal Penal Internacional, sob o título dos CRIMES CONTRA A HUMANIDADE, na qualidade de ATOS DESUMANOS DE CARÁTER SIMILAR, a corrupção sistêmica e em grande escala que, na forma de organização criminosa articulada e influente junto aos poderes de Estado, empresas públicas e privadas, órgãos de comunicação e associações civis, promova desvios criminosos e multibilionários de recursos estatais, para os fins de enriquecimento ilícito, expansão e perpetuação do seu projeto de poder à margem ou em fraude ao regular e legal funcionamento das instituições democráticas.

2. QUE a Promotoria conduza investigação independente sobre os crimes continuados e conexos de corrupção sistêmica e formação de organização criminosa que abalam a credibilidade das instituições e exaurem recursos públicos e privados em escala gigantesca, reduzindo a capacidade do Estado brasileiro em prover as necessidades básicas de segurança, saúde e educação da sua população, gerando sofrimento atroz pela: inefetividade da segurança pública, de par com as condições desumanas de superlotação no sistema carcerário; pela crise permanente do sistema público de atendimento de saúde, de par com as condições desumanas recorrentes do atendimento hospitalar em grandes unidades do sistema unificado de saúde pública; pela inefetividade do sistema escolar, gerando índices elevadíssimos de analfabetismo funcional, mesmo nas séries terminais da educação básica.

3. QUE a Promotoria conduza investigação independente sobre os efeitos disruptivos dessa condição delinquencial do Estado brasileiro, identificando e responsabilizando pela autoria seus promotores mais proeminentes, reconhecidamente blindados e impunes no comando da organização criminosa que atua de dentro para fora e de fora para dentro do Estado brasileiro.
Que novas eleições sejam convocadas em 90 dias para que o direito e a democracia daquele país permaneça. Que as apurações envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja encarada com responsabilidade e com respostas imediatas a população brasileira.

Não existe outras formas a não ser medidas e sanções ao Brasil sem uma resposta do fim da corrupção

Na certeza que, assim procedendo, contribuem para o aperfeiçoamento da ordem internacional e os prospectos da paz continental, firmam essa petição virtual, que será enviada pelos administradores do site CHANGE.ORG à apreciação de S. Exa. FATOU BENSOUDA, Promotora Chefe do Tribunal Penal Internacional, Haia, Países Baixos.

Corte de HAIA.


FONTES:



Share:

VERGONHA NACIONAL: Dilma entrega o pré-sal brasileiro que valia 1,5 trilhão de dólares pela ninharia de R$ 15 bilhões de reais

 

Um leilão rápido. Menos de uma hora. Assim a maior bacia do pré-sal brasileiro foi entregue para as mãos do capital privado internacional. Uma produção estimada em 1,5 trilhão de dólares para o Brasil foi vendida pelo seu preço mínimo: 15 bilhões de reais. É uma vergonha! Uma entrega inaceitável!

Agora, a área de Libra que, em 10 anos, será o maior campo produtor do Brasil, está partilhado nas mãos de diversas empresas: a Petrobras terá 40%; a Shell, anglo-holandesa, terá 20%; também terá 20% a francesa Total e 20% da empresa ficam com as chinesas CNPC e CNOOC – 10% cada uma, que começam a entrar pesado no mercado brasileiro.

O grupo se dispôs a ofertar para a União 41,65% do óleo a ser produzido no local, esse era o percentual mínimo exigido.

Para o membro da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas, Claiton Coffi, também da direção da Federação nacional dos Petroleiros (FNP), Dilma copiou em grande estilo FHC. “Chamou o Exército como fez FHC contra os petroleiros em 1995; mas fez pior, entregou a maior bacia do petróleo brasileiro para as mãos do capital privado. Quando FHC privatizou a empresa precisaria pesquisar o petróleo, agora ele já está descoberto, toda a pesquisa foi feita pela Petrobras. É uma lástima”, denuncia.


 
Campo de guerra – O cenário visto pelos brasileiros foi o do Exército, a Força Nacional, nas ruas da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, jogando bombas de gás lacrimogênio, gás de pimenta e balas de borracha contra os que tentavam defender o petróleo brasileiro.
Mais uma vez a presidente Dilma mostra o caráter de seu governo: a utilização dos órgãos de repressão, quando necessário, para impor suas políticas e uma política entreguista das riquezas brasileiras para as mãos do capital privado internacional e nacional.
A diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Magda Chambriard, abriu o leilão e confirmou o potencial de produção da Bacia de Libra: “essa bacia tem uma capacidade de produção de 1,4 bilhão de barris por dia”. Ou seja, toda essa riqueza que foi entregue ao capital privado. Com, no mínimo, 14 bilhões de barris previstos, só esse campo garantiria a autossuficiência do país por mais 60 anos. Quer dizer, o tempo que a Petrobrás levou para acumular reservas de 14 bilhões de barris. Isso mesmo, a produção da estatal é equivalente à produção de um único campo do pré-sal, que, agora, o governo federal entregou de bandeja para as multinacionais do petróleo.

Tanto a diretora-geral da ANP, quanto o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, frisaram a importância do leilão para que o pagamento dos royalties como uma solução de investimentos em educação e pesquisa no Brasil. Foi muita cara de pau!

A verdade sobre os royalties

Os royalties são taxas pagas ao governo federal pelas empresas que exploram petróleo como compensação por danos ambientais causados pela extração. Uma lei recentemente aprovada pelo Congresso Nacional destina 75% dos royalties do petróleo para a educação e 25% para a saúde. Mas tal destinação ocorrerá apenas com os novos contratos de exploração: os poços leiloados a partir de 3/12/2012.

São migalhas perto dos exorbitantes lucros das multinacionais que extraem nossos recursos naturais. Os royalties estão entre 5% a (no máximo) 15% da riqueza gerada com a extração do hidrocarboneto no país. Ou seja, entre 85% e 95% dos recursos do petróleo ficam com as empresas privadas.

Por isso o discurso de que entrará dinheiro para a educação e saúde não cola. Segundo a Auditoria Cidadã da Dívida, em 2013, os recursos dos royalties serão equivalentes a (acreditem) 0,02% do PIB. Em 2022, alcançariam a “estrondosa” porcentagem de 0,6% do PIB – isso na melhor das hipóteses. Levando-se em conta que, atualmente o país investe cerca de 5% do PIB (Produto Interno Bruto) na educação, a depender dos royalties estaremos muito longe do investimento necessário para um ensino de qualidade.

Para o membro da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas Paulo Rizzo, também da direção do ANDES-SN, é uma campanha sórdida. “O percentual que pretende ficar para o Estado e que será dirigido para a educação não atinge nem sequer as metas do Plano Nacional de Educação (PNE), que são 10% do PIB para a educação”, frisa.

Assim, chega de enganação. O Brasil precisa de 10% do PIB para a educação pública já!

Resistência petroleira

Os petroleiros estiveram na ponta de lança na luta contra a privatização do pré-sal. Em greve há cinco dias, paralisaram suas atividades contra a privatização da Bacia de Libra e pelas bandeiras de sua campanha salarial.

Agora, é preciso que se mantenham firmes e fortaleçam a sua luta em defesa de seus direitos e salários. E estão fazendo isso!

A Petrobras se reuniu com a Federação Única dos Petroleiros (FUP /CUT) na manhã desta segunda-feira (21). A proposta apresentada pela empresa foi recusada pela Federação. A empresa elevou de 7,68% para 8% por o reajuste salarial dos trabalhadores da ativa, com ganho real de até 1,8%. A categoria pede 12,86%, com 5% de ganho real, informou a FUP. Amanhã será a vez da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP / CSP-Conlutas) se reunir com a Petrobrás e também recusar a proposta.

A CSP-Conlutas parabeniza a luta dos petroleiros e manifesta total apoio a sua mobilização!

Com privatização, aos trabalhadores: perda de direitos e terceirização

Na Petrobras, já no governo FHC, o número de terceirizados era 120 mil; subiu para 300 mil no Governo Lula e para 360 mil governo Dilma. Em maio de 2013, 81% da mão de obra que trabalha nas dependências da Petrobras são terceirizadas. Apenas 19% são funcionários diretos da empresa. Com este número, é claro, que a terceirização se inseriu nas atividades afins, o que por lei é proibido e também significa um salto qualitativo no trabalho precarizado, nos ataques aos direitos e salários, conhecendo-se a realidade das terceirizações no Brasil.

Tem casos de trabalhadores terceirizados que ficam até três meses sem receber salários. Muitos não têm direitos trabalhistas e não são defendidos devidamente por suas entidades de classe, até porque a terceirização traz uma divisão na representação sindical.

Com a privatização essa situação tenderá a piorar.


FONTE:
Share:

ATENÇÃO: Senado italiano aprova lei de união civil para homossexuais

Emenda elimina trecho que permitia adoção de filhos do companheiro.
Projeto agora vai para a Câmara dos Deputados.
 

O Senado italiano aprovou nesta quinta-feira (25) um projeto de lei que permite a união civil entre casais do mesmo sexo, sem a possibilidade de adotar filhos.

A emenda, que elimina o trecho referente à adoção dos filhos biológicos do companheiro, venceu no Senado com 173 votos e agora passa à Câmara dos Deputados, onde o chefe de governo Matteo Renzi tem maioria sólida.

O texto mantém o requisito de ajuda recíproca moral e material, a pensão alimentícia, a permissão de residência para o cônjuge estrangeiro e também a possibilidade de adquirir o sobrenome do companheiro.

Com ele, a Itália tenta preencher um vácuo legal, sendo o último grande país da Europa Ocidental que não havia regulamentado a união entre casais do mesmo sexo.

A lei regulamenta também as uniões civis, mas concede deveres e direitos diferentes.

A nova norma evita de todos os modos fechar completamente a porta à adoção do filho do companheiro do mesmo sexo, permitindo que seja avaliada de acordo com o caso, já que os tribunais já a autorizaram em outras oportunidades, "em nome do interesse da criança".
Apoiadores da união civil entre casais do mesmo sexo em passeata em Roma (Foto: Filippo Monteforte/AFP)

'Uma revolução contra a ordem da natureza'
Para Angelino Alfano, ministro do Interior e líder da pequena formação de centro-direita, chave para aprovação, trata-se de "uma vitória do senso comum", declarou.

"Demos um presente à Itália ao impedir que duas pessoas do mesmo sexo possam ter um filho, algo que é contrário à natureza. Evitamos uma revolução contra a ordem da natureza", assegurou à imprensa.

Militantes do movimento homossexual e simpatizantes manifestaram sua amargura nas ruas como nas redes sociais diante do que consideram um "primeiro passo", ainda tímido.

"Esperamos 30 anos para isto", lamentaram em um comunicado 30 grupos de defesa de homossexuais, "indignados" por uma lei que ignora a situação de vários filhos de casais homossexuais.

"É como se nossos filhos fossem desaparecidos, fantasmas", declarou à AFP Marilena Grassadonia, presidente da associação Famiglie Arcobaleno (Famílias Arco-Íris).

Uma manifestação de protesto foi convocada para o próximo 5 de março em Roma.


FONTE:
Share:

“A Máfia Médica” e a Indústria da Doença


 
“A Máfia Médica” é o título do livro lançado em 2010 que custou à doutora Ghislaine Lanctot a sua expulsão do colégio de médicos e a anulação da sua licença para exercer medicina. Trata-se provavelmente da denúncia publicada mais completa, integral, explícita e clara do papel que forma, a nível mundial, o complô formado pelo Sistema Sanitário e pela Indústria Farmacêutica.

O livro expõe, por um lado, a errónea concepção da saúde e da enfermidade, que tem a sociedade ocidental moderna, fomentada por esta “máfia médica” que monopolizou a saúde pública criando o mais lucrativo dos negócios. Além de falar sobre a verdadeira natureza das enfermidades, explica como as grandes empresas farmacêuticas controlam não só a investigação, mas também a docência médica, e como se criou um sistema sanitário baseado na enfermidade em vez da saúde, que causa enfermidades crónicas e mantém os cidadãos ignorantes e dependentes dele.

O livro é pura artilharia pesada contra todos os medos e mentiras que destroem a nossa saúde e a nossa capacidade de auto-regulação natural, tornando-nos manipuláveis e completamente dependentes do sistema.

A autora de “A Máfia Médica” acabou os seus estudos de Medicina em 1967, numa época em que – como ela mesma confessa – estava convencida de que a Medicina era extraordinária e de que antes do final do séc. XX se teria o necessário para curar qualquer enfermidade. Só que essa primeira ilusão foi-se apagando até extinguir-se.

Segue um excerto da bela entrevista à autora, realizada por Laura Jimeno Muñoz para Discovery Salud:
Medicina significa negócio:

– Porquê essa decepção?
– Porque comecei a ver muitas coisas que me fizeram reflectir. Por exemplo, nem todas as pessoas respondiam aos maravilhosos tratamentos da medicina oficial. Além disso, naquela época entrei em contacto com várias terapias suaves – ou seja, praticantes de terapias não agressivas – que não tiveram problema algum em deixar-me ver o que faziam. Rapidamente concluí que as medicinas não agressivas são mais eficazes, mais baratas e, ainda por cima, têm menores efeitos secundários.

– E suponho que começou a perguntar-se por que é que na Faculdade ninguém lhe havia falado dessas terapias alternativas não agressivas?
– Isso mesmo. Logo a minha mente foi mais além e comecei a questionar-me como era possível que se chamassem de charlatães a pessoas a que eu própria tinha visto curar e porque eram perseguidas como se fossem bruxos ou delinquentes. Por outro lado, como médica tinha participado em muitos congressos internacionais – em alguns como oradora – e dei-me conta de que todas as apresentações e depoimentos que aparecem em tais eventos estão controlados e requerem, obrigatoriamente, serem aceites primeiro pelo comité científico organizador do congresso.

– E quem designa esse comité científico?
– Geralmente quem financia o evento é a indústria farmacêutica. Sim, hoje são as multinacionais que decidem até o que se ensina aos futuros médicos nas faculdades e o que se publica e expõe nos congressos de medicina! O controle é absoluto.

– E isso ficou claro para si?
– E muito! Aperceber-me do controle e da manipulação a que estão sujeitos os médicos – e os futuros médicos, ou sejam os estudantes – fez-me entender claramente que a medicina é, antes de tudo, um negócio. A medicina está hoje controlada pelos seguros públicos ou privados, o que dá na mesma, porque enquanto alguém tem um seguro perde o controle sobre o tipo de medicina que tem. Já não pode escolher. E há mais, os seguros determinam inclusivamente o preço de cada tratamento e as terapias que se vão praticar. E se olharmos para trás das companhias de seguros ou da segurança social… encontramos o mesmo.

– O poder económico?
– Exacto, é o dinheiro que controla totalmente a Medicina. E a única coisa que de verdade interessa a quem maneja este negócio é ganhar dinheiro. E como ganhar mais? Claro, tornando as pessoas doentes…. porque as pessoas sãs, não geram ingressos. A estratégia consiste em suma, em ter enfermidades crónicas em que os doentes tenham que consumir o tipo de produtos paliativos, ou seja, para tratar só sintomas, medicamentos para aliviar a dor, baixar a febre, diminuir a inflamação. Mas, nunca fármacos que possam resolver uma doença. Isso não é rentável, não interessa. A medicina actual está concebida para que a gente permaneça doente o maior tempo possível e compre fármacos – se possível, toda a vida.

Um sistema da doença:

– Deduzo que essa é a razão pela qual no seu livro se refere ao sistema sanitário como “sistema da doença”…
– Efectivamente. O chamado sistema sanitário é na realidade um sistema da doença. Pratica-se uma medicina da doença e não da saúde. Uma medicina que só reconhece a existência do corpo físico e não leva em conta nem o espírito, nem a mente, nem as emoções. E que além disso, trata apenas o sintoma e não a causa do problema. Trata-se de um sistema que mantém o paciente na ignorância e na dependência, e a quem se estimula para que consuma fármacos de todo o tipo.

– Supõe-se que o sistema sanitário está ao serviço das pessoas!
– Está ao serviço de quem dele tira proveito: a indústria farmacêutica. De uma forma oficial – puramente ilusória – o sistema está ao serviço do paciente, mas oficialmente, na realidade, o sistema está às ordens da indústria que é quem move os fios e mantém o sistema da doença em seu próprio benefício.

– E que papel desempenha o médico nessa máfia?
– O médico é – muitas vezes de uma forma inconsciente, na verdade – a correia de transmissão da grande indústria. Durante os 5 a 10 anos que passa na Faculdade de Medicina o sistema encarrega-se de lhe inculcar uns determinados conhecimentos e de lhe fechar os olhos para outras possibilidades. Posteriormente, nos hospitais e congressos médicos, é reforçada a ideia de que a função do médico é curar e salvar vidas, de que a doença e a morte são fracassos que se deve evitar a todo o custo e de que o ensinamento recebido é o único válido. E mais, ensinam que o médico não deve implicar-se emocionalmente e que é um «Deus» da saúde. Daí resulta o caça às bruxas entre os próprios profissionais da medicina. A medicina oficial, a científica, não pode permitir que existam outras formas de curar que não sejam servis ao sistema. A medicina científica está enormemente limitada porque se baseia na física materialista de Newton: tal efeito obedece a tal causa. E, assim, tal sintoma precede a tal enfermidade e requer tal tratamento. Trata-se de uma medicina que ademais só reconhece o que se vê, se toca, ou se mede e nega toda a conexão entre as emoções, o pensamento, a consciência e o estado de saúde do físico. E quando a importunamos com algum problema desse tipo, cola a etiqueta de doença psicossomática no paciente e envia-o para casa, receitando-lhe comprimidos para os nervos.

– Quer dizer, que no que lhe toca, a medicina convencional só se ocupa em fazer desaparecer os sintomas.
– Salvo no que se refere a cirurgia, aos antibióticos e a poucas coisas mais, como os modernos meios de diagnóstico, sim. Dá a impressão de curar mas não cura. Simplesmente elimina a manifestação do problema no corpo físico mas este, cedo ou tarde, ressurge.

– Acha que dão melhores resultados as chamadas medicinas suaves ou não agressivas?
– É a melhor opção porque trata o paciente de uma forma holística e ajuda na cura… mas tão pouco cura. Qualquer das chamadas medicinas alternativas são uma boa ajuda mas apenas isso: complementos! Porque o verdadeiro médico é a própria pessoa. Quando está consciente da sua soberania sobre a saúde, deixa de necessitar de terapeutas. O doente é o único que pode curar-se. Nada pode fazê-lo em seu lugar. A auto-cura é a única medicina que cura. A questão é que o sistema trabalha para que esqueçamos a nossa condição de seres soberanos e nos convertamos em seres submissos e dependentes.

– E, na sua opinião, por que é que as autoridades políticas, médicas, mediáticas e económicas o permitem? Porque os governos não acabam com este sistema da doença, que para além de tudo é caríssimo?
– Acerca disso, tenho três hipóteses. A primeira é que talvez não saibam de tudo o que se passa… mas é difícil de aceitar porque a informação está ao seu alcance há muitos anos e nos últimos vinte anos foram já várias as publicações que denunciaram a corrupção do sistema e a conspiração existente. A segunda hipótese é que não podem acabar com ele… mas também resulta, como difícil de acreditar, porque os governos têm poder.

– E a terceira, suponho, é que não querem acabar com o sistema.
– Pois o certo é que, eliminadas as outras duas hipóteses, essa parece a mais plausível. E se um Governo se nega a acabar com um sistema que arruína e mata os seus cidadãos é porque faz parte dele, porque faz parte da máfia.



Fonte: 





Share:

ATENÇÃO: Grupo australiano cria implante milimétrico que lê pensamentos

Dispositivo pode vir a mover perna e braço biônicos em vítimas de paralisia.
Tecnologia relativamente pouco invasiva funcionou em teste com animais.
 
O "stentrode", implante cerebral criado por cientistas australianos (Foto: Reuters/Universidade de Melbourne)

Computadores, cadeiras de roda e próteses controladas pelo pensamento podem estar disponíveis dentro de uma década, afirmam cientistas australianos que criaram uma nova tecnologia. Os cientistas planejam conduzir testes em humanos no ano que vem com um implante que pode captar e transmitir sinais cerebrais.

A dispositivo, do tamanho de um palito de fósforo, já foi testado em animais, implantado em vasos sanguíneos próximos ao cérebro. O produto foi batizado de stentrode, porque é essencialmente um stent (uma malha microscópica em forma de tubo) com eletrodos (terminações metálicas que captam eletricidade).

A ideia é usar os sinais elétricos que o dispositivo capta para convertê-los em informações que possam ser usadas para controlar algo como um braço biônico, afirmam os cientistas.

"A grande inovação é que agora nós temos um dispositivo de interface cérebro-computador minimamente invasivo que possivelmente é prático para uso no longo prazo", afirma Terry O'Brien, chefe do Departamento de Medicina e Neurologia da Universidade de Melbourne (Austrália), que desenvolveu o stentrode.

O método atual para acessar sinais cerebrais precisos requer cirurgias complexas com abertura do crânio e se torna menos eficiente após alguns meses.

O stentrode é menos invasivo porque pode ser inserido por uma veia no pescoço do paciente e posicionado em um vaso sanguíneo perto do cérebro.

O teste em animais foi feito para averiguar a capacidade do stentrode de captar sinais neurais, não para convertê-los em sinais eletrônicos para movimentar membros biônicos, que já são tecnologia estabelecida.

Ganesh Naik, professor da Universidade de Tecnologia de Sydney, não envolvido no projeto, afirma que nem sempre testes em animais se traduzem em sucesso nos experimentos com humanos.

"Se isso funcionar como deve em testes com humanos, será um avanço extraordinário", disse.

Outros potenciais usos para o stentrode incluem o monitoramento de sinais cerebrais de pessoas com epilepsia para antecipar a ocorrência de uma convulsão. Caso tenha sucesso, o dispositivo também pode permitir a um paciente se comunicar por computador, afirma Clive May, professor do Instituto Florey de Neurociências e Saúde Mental, que trabalha no projeto.

"As pessoas teriam de ser treinadas a pensar os pensamentos certos para fazer isso funcionar, assim como se aprende a tocar música", afirmou. "É algo que é preciso aprender, mas uma vez feito, se torna natural."

Além Universidade de Melbourne e do Instituto Florey, o Hospital Real de Melbourne também participa do projeto que desenvolve o stentrode. Os recursos usados no projeto foram fornecidos pelo Governo da Austrália e pelas Forças Armadas dos Estados Unidos, que ajuda tecnologias que possa vir a ajudar veteranos de guerra paraplégicos.


FONTE:
Share:

Deputado CORRUPTO, líder do PT, diz que 'a justiça precisa botar freio no Juiz Moro'

Se você ainda não curtiu, curta o FCS Brasil no Facebook:
Outra vez, o porta voz das barbaridades petistas, deputado Sibá Machado (PT/AC), usou a tribuna da câmara para falar asneiras.

Para o deputado da base governista, o fato de o publicitário ter se disponibilizado para prestar esclarecimentos à Lava Jato demonstra que “as denúncias não passam de uma armação”. Sibá afirmou, ainda, que o PT “está preparado” para os próximos capítulos das investigações.

“Toda vez que tratam do PT é esse negócio, um show malabarismo da Justiça que não bota freio no Sergio Moro. Isso ainda vai acabar muito mal para o Brasil”, avaliou o petista. (Com informações de Congresso em Foco)


FONTE:
http://folhacentrosul.com.br/post-politica/10118/deputado-lider-do-pt-diz-que-a-justica-precisa-botar-freio-no-juiz-moro
Share:

Os Ingredientes Escondidos Que Vão Fazer Você Parar De Comer No McDonalds

Sinceramente, assinado Ronald McDonald

Felizmente, cada vez mais as pessoas se afastam dos fast-foods. A comida rápida está saindo de moda no mundo inteiro, que está dando uma guinada na direção de uma alimentação mais saudável e consciente.

Nos Estados Unidos por exemplo, as vendas do McDonalds caíram drasticamente nos últimos anos.

Em resposta a uma redução de 30% nas vendas, a equipe de marketing do McDonald’s criou uma série de anúncios com o seguinte objetivo: transparência com os clientes. O lema da campanha era

“Nossa comida. Suas perguntas.”

“Nosso objetivo é qualidade acima de tudo. Das batatas que se tornaram mundialmente famosas até os produtos frescos usados nas nossas saladas e a carne bovina 100% pura em nossos hambúrgueres, nós estamos comprometidos em servir o melhor para você.”

Esta é a citação que está na página feita para responder às questões dos consumidores no site do McDonald’s.

Falando assim, parece que tudo é natural e saudável… é como se comer no McDonalds fosse fazer compras em uma feira orgânica. =D

Mas nem tudo é tão bonito e cor-de-rosa: você conhece o experimento das batatinhas que ficou famoso nos Estados Unidos?
As famosas “batatinhas”

A ideia dessa “brincadeira” era verificar se as batatas dos fast-foods eram realmente naturais…

As batatas do McDonald’s e do KFC foram colocadas dentro de um pote de vidro e deixadas para apodrecer.

Isso mesmo! As batatinhas ficaram QUATRO ANOS apodrecendo, e sabe o que aconteceu?

48 meses depois as batatas do McDonald’s estavam perfeitas, quase tão boas quanto o dia que foram pedidas… Já as batatas do KFC estavam cobertas de mofo, como aconteceria com qualquer comida de verdade.

Ponto pro KFC! Pelo menos as batatas são batatas…
Batatas fritas sabor artificial de… carne!

De acordo com o McDonald’s, os ingredientes das batatas fritas são: batatas, óleo vegetal, óleo de soja hidrogenado, sabor natural de carne, dextrose, pirofosfato ácido de sódio e sal.

Bom, nomes de compostos químicos complicados geralmente não são um bom sinal quando se está em busca de uma alimentação natural e saudável.

Quando você come uma cenoura orgânica, ela não vem com “óleo de cenoura hidrogenado”… um iogurte natural não tem “pirofosfato ácido de coisa nenhuma”. Enfim, você entendeu a ideia =D


Aposto que você sabia que a batata tinha aditivos químicos… mas você imaginava que as batatas fritas tinham sabor de carne nelas?

Por sinal, graças ao “sabor natural de carne”, as batatas não são certificadas como alimentos vegetarianos ou veganos.

Eu tenho amigos vegetarianos que comiam as batatinhas do McDonalds e nem desconfiavam disso!
E o segredo da batata frita é… açúcar?!?

Pra você que achava que a batata frita consistia em batata e sal, dextrose é um nome e tanto, hein! A dextrose é um tipo de açúcar. Não é exatamente o que se espera encontrar em uma batata salgada, não é mesmo?

O açúcar é um ingrediente escondido em praticamente todas as comidas industrializadas e processadas, e aí está uma prova.

Exatamente, se você já achava que batata frita não era a escolha mais saudável, imagine que no McDonald’s elas vem acompanhadas de uma porção extra de… açúcar!

Ou seja, já que a dextrose está escondida em alimentos que a gente nem imagina, nós acabamos ingerindo muito mais açúcar do que imaginamos…

E o que acontece?

Bom, acho que uma das consequências você já pode imaginar: excesso de açúcar significa acúmulo de gordura.

Você achou que esconder o açúcar em forma de dextrose já era demais, adivinha só: esta é apenas uma das formas que o McDonald’s adiciona açúcar para dar mais sabor nos lanches.

Mas infelizmente as coisas não tão simples assim.

Além de aumentar nossos pneuzinhos, este excesso de dextrose causa picos de açúcar no nosso organismo. Estes picos de açúcar podem causar problemas de saúde, como a hipoglicemia e a hiperglicemia.

Você já se sentiu sonolento depois de comer no McDonald’s? É o seu corpo tentando processar esta quantidade enorme de açúcar que você acabou de ingerir.
McTóxico para ingestão humana

Bom acabamos de falar da dextrose. Ela faz as batatas durarem mais e terem um gosto melhor.

Mas e se você descobrisse que alguns ingredientes servem para fazer as batatinhas serem menos tóxicas para a ingestão humana?

Sim, você leu certo. Estudos mostram que substâncias como a acrilamida são um provável carcinógeno humano.

O que os cientistas querem dizer para a população é o seguinte: se você comer alimentos que tenham este tipo substância química, você tem mais chances de tercâncer.

Se você pensava que este tipo de coisa só poderia acontecer se você fosse exposto a radioatividade ou algo do tipo, as coisas não são bem assim.

Pequenas quantidades de substâncias na sua comida podem ter consequências assustadoramente parecidas.

E você quer saber onde está essa tal acrilamida? Se você pensou: nas batatas do McDonald’s, você acertou!

Essa substância aparece naturalmente em frituras realizadas a mais de 120°C… Frituras rápidas têm que ser feitas a uma temperatura altíssima, e as comidas de redes de fast-food apresentam níveis de acrilamida maiores que o normal.
Se um ingrediente causa câncer, coloque mais química na receita

Bom, agora você já sabe que a acrilamida é uma substância que pode causar câncer. E também sabe que ela está presente nos lanches do McDonald’s.

Ótimo. =(

Mas sabe como a maior rede de fast food do mundo consertou este “probleminha” técnico”?

Bom, eles simplesmente colocam na comida outra substância para tentar “anular” os efeitos da acrilamida.

O nome desta substância é pirofosfato ácido de sódio.

Claro, tudo que você quer para acompanhar seu elemento químico cancerígeno é mais um outro que você nem conhece. Estou amando muito tudo isso, McDonald’s! “Cuidando” da saúde dos clientes…

Além desta função questionável, o pirofosfato ácido de sódio é utilizado também como fermento no pão e conservante químico em diversos outros ingredientes.

Sabendo tudo isso, vamos ver como fica um McLanche Feliz depois de 137 dias?

Esse McLanche Feliz ficou ao ar livre por CENTO E TRINTA E SETE DIAS… Assustador, não?
Comida de verdade?

Agora que vimos o que vai na receita das famosas batatinhas, que tal darmos uma olhada nos nuggets?

Segundo o site, tudo parece delicioso e saudável:

“Nós começamos com a carne branca do peito de filé e da carcaça do peito triturada com uma pequena quantidade da pele do frango para dar sabor e umidade suficiente para moldar em seu formato divertido.”

Mas se olharmos para a lista de ingredientes podemos identificar alguns dos nossos conhecidos: dextrose na carne, o fosfato de sódio, a dextrose na casquinha empanada.

Sim, novamente eles…

Bom, não podemos negar que a equipe de marketing fez um bom trabalho. Mas a lista de ingredientes não mente, e já sabemos o que esses aditivos químicos podem fazer para a nossa saúde.
Saco vazio não para em pé

Nossos corpos não foram projetados para digerir estas substâncias. Comida saudável é comida de verdade: sem aditivos químicos estranhos e que não dura pra sempre.

É bom lembrar que o McDonald’s é só um exemplo de onde estes aditivos químicos são colocados nos alimentos.

Além desse e de outros fast foods, as comidas congeladas e industrializadas no geral também contêm estas substâncias que dão mais sabor e durabilidade aos alimentos. Para não falar que estas substâncias são prejudiciais à saúde.

Um sanduíche natural, iogurte com frutas, além do nosso conhecido arroz com feijão são todos opções mais nutritivas e naturais (além de geralmente mais baratas!) de refeições e lanches saudáveis.

Nossa alimentação é nosso combustível. Quanto mais natural ela for, melhor (e por mais tempo!) nosso corpo vai funcionar.

Ainda não tem as nossas 18 Dicas de Perda de Peso que você pode usar HOJE + 2 Dicas Bônus? Então clica aqui e baixe gratuitamente o material incrível preparado pelos nossos especialistas em fitness e nutrição e comece agora! =D

Com certeza você sabia que o McDonald’s não é a escolha mais saudável. Mas você achava que seria tão ruim assim? Deixe sua opinião nos comentários =)



FONTE:
http://autoridadefitness.com/2015/11/ingredientes-mcdonalds/
Share:

Sobre Mim

Minha foto
UMA PESSOA SINCERA, TEMENTE A DEUS E SERVO DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. INTIMIDADE ALÉM DAS APARÊNCIAS!!!! APOIO OS SEGUINTES LINKS: (www.observandoanovaordem.blogspot.com/) (www.simceros.org/) CANAL OTANERY1, DO YOU TUBE.

Blogger Themes

Total de visualizações de página

Seguidores deste canal

Arquivo Geral do Blog

Minha lista de Sites e Blogs Parceiros

Translate this page

Receba notícias em seu e-mail

Hora Certa

Elite Maldita

Subscribe here to get our newsletter in your inbox, it is safe and EASY!

UOL AFILIADOS

LOMADEE.COM

LOMEDEE.COM