Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

Imagens das publicações mais destacadas deste canal alternativo

São imagens referentes às verdades mundiais, que a mídia dominada pela ELITE MALDITA, não revelam e tentam abafar. Aqui nós mostramos sem cortes....

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Outro estudo confirma que bebidas dietéticas podem aumentar o risco de ataque cardíaco e derrame cerebral, Adverte Associações Americanas de Coração e Derrame


Em maio passado, Waking Times publicou um ótimo artigo do Dr. Mercola sobre como os adoçantes artificiais deixam as pessoas gordas e doentes. O título do artigo foi apropriadamente: " Reconfirmado: adoçantes artificiais fazem você gordo e doente."

Nova pesquisa foi divulgada que mais uma vez confirma a parte doente . Da CNN:

Beber duas ou mais bebidas dietéticas por dia ligado ao alto risco de derrame, ataques cardíacos

Mais uma má notícia para os amantes de refrigerante diet: beber dois ou mais tipos de bebidas artificialmente adoçadas por dia está ligado a um aumento do risco de derrames coágulos, ataques cardíacos e morte prematura em mulheres com mais de 50 anos, de acordo com um novo estudo. estudo da American Heart Association e American Stroke Association.

Os riscos foram maiores para mulheres sem história de doença cardíaca ou diabetes e mulheres obesas ou afro-americanas.

Pesquisas anteriores mostraram uma ligação entre bebidas dietéticas e acidente vascular cerebral,demência , diabetes tipo 2 , obesidade e síndrome metabólica, o que pode levar a doenças cardíacas e diabetes.


Novamente - isso parece estar de acordo com outras pesquisas e advertências de anos atrás . 8 anos atrás!

Data: 10 de fevereiro de 2011

Fonte: American Heart Association

Resumo: Beber refrigerante diet diariamente está associado a um risco maior de acidente vascular cerebral, ataque cardíaco e mortes relacionadas à vascularização, de acordo com uma nova pesquisa. Alta ingestão de sal pode dobrar o risco de acidente vascular cerebral isquêmico, independente do papel do sódio na hipertensão.

Mesmo se você beber refrigerante diet - em vez da variedade de açúcar - você ainda pode ter um risco muito maior de eventos vasculares em comparação com aqueles que não bebem refrigerante, de acordo com pesquisa apresentada na International Stroke Conference da American Stroke Association 2011.

A pesquisa também confirmou que o consumo também leva ao aumento do risco de demência :

Pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Boston confirmaram que as pessoas que bebem uma lata de refrigerante adoçado artificialmente por dia tinham três vezes mais risco de derrame e demência.

Este estudo também descobriu que os usuários de refrigerantes dietéticos tinham 2,9 vezes mais chances de desenvolver Alzheimer e Demência.

Então, beber bebidas dietéticas realmente vale a pena ser gordo, doente e com problemas de memória? Lembro-me de quando meus amigos e eu mudamos de refrigerantes comuns para dieta. Foi no colegial. Eu só lembro de ter gostado de refrigerante diet depois que me acostumei com o seu sabor metálico não natural. Eu desisti de cerca de 30 anos e não posso dizer que eu perdi nada. Coisa boa, huh.







FONTE:
Share:

Moradores de Brumadinho expostos à lama começam a apresentar sintomas de contaminação - E o STF ainda solta os bandidos responsáveis

Tragédia espalhou cerca de 12 milhões de metros cúbicos de lama tóxica pela cidade; Voluntários já apresentaram casos de dermatite, vômitos e náuseas; Secretaria de Saúde aguarda resultados de análises.


As pessoas que tiveram contato com a lama que invadiu a cidade de Brumadinho (MG) após o rompimento da barragem da mineradora Vale, na tarde de 25 de janeiro, começaram a apresentar sintomas de intoxicação. A tragédia, que já deixou ao menos 110 mortos e 238 desaparecidos, espalhou cerca de 12 milhões de metros cúbicos de lama com rejeitos pela cidade.

O marido de Valéria Brumas, agricultora no Assentamento Pastorinhas, teve contato com a lama no dia que a barragem rompeu, ao auxiliar como voluntário no resgate de vítimas e pessoas desaparecidas. Na segunda-feira (28), ele amanheceu com erupções pelo corpo e procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município.

O hemograma indicou que os níveis de plaquetas e leucócitos em seu sangue estavam baixos. Dois dias depois, na quarta-feira (30), ele retornou ao atendimento e estes níveis estavam ainda mais baixos, conta Valéria.

Toxicidade

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou que, até o momento, recebeu a notificação de quatro casos de doença diarreica na região. Os casos, segundo a secretaria, não evoluíram para formas mais graves da doença.

A SES-MG encomendou um outro estudo, para avaliar a toxicidade e analisar as possíveis consequências para a saúde da população provocadas pelo contato com os rejeitos. Uma análise laboratorial do material também estaria sendo realizada pela mineradora Vale.

A Secretaria orienta que a população da cidade evite o contato com a lama de rejeitos e com as partes atingidas do rio Paraopeba. A orientação é válida desde a confluência do Paraopeba com o Córrego Ferro-Carvão até Pará de Minas, aponta a pasta.

Os bombeiros que trabalham na região receberam uma dose de antibiótico, como medida preventiva à leptospirose. A medida é padrão neste tipos de resgate.
Sintomas da contaminação

Outra orientação é que qualquer pessoa que tenha tido contato com a água do Rio Paraopeba – após a chegada da lama de rejeitos – ou ingerido alimentos que também tiveram esse contato, e apresentar náuseas, vômitos, coceira, diarreia, tontura, ou outros sintomas, deve procurar a unidade de saúde mais próxima.

No dia do rompimento da barragem, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Casa Branca, cidade vizinha a Brumadinho, recebeu cerca de 80 pessoas com pressão alta por conta de ansiedade, nervosismo e outros sintomas.

A enfermeira Daniela Diniz conta que alguns voluntários também já demonstraram sinais de contaminação.

“A gente recebeu muita gente aqui. Haviam pessoas que moravam aqui, foram ajudar e dar assistência no Córrego do Feijão, pessoas que estavam na área de risco. Quem teve contato com a lama teve diarreia, náuseas e vômitos.

Para essas pessoas, fizemos o atendimento aqui, e casos mais graves, como dores abdominais agudas, encaminhamos para a UPA de Brumadinho, que tem um suporte maior, pode fazer exames”, informa.


Ela acredita que os problemas de saúde tendem a aumentar, além dos casos de intoxicação, com a necessidade de apoio psicológico também. “A gente vai precisar de muita ajuda para passar por isso.”

Sua tia, Lenilda Martins Cardoso, de 39 anos, nutricionista e coordenadora do restaurante da Vale, está desaparecida. “A gente fica muito revoltado porque é algo que poderia ser evitado. A gente perdeu muita gente. Eu moro aqui há 30 anos. Eu conheço muita gente e todo mundo conhece todo mundo. Então, de alguma forma, direta ou indireta, todas as famílias de Brumadinho foram afetadas.”

Riscos futuros

Além de sintomas imediatos, a lama tóxica pode trazer problemas futuros à saúde para quem teve contato com o barro e para as comunidades no entorno.

Rejeitos de mineração contêm óxido de ferro, amônia, sílica, silte e argila. Já barragens antigas podem ter elementos tóxicos, como arsênio.

A água é outro elemento de temor entre os moradores e os trabalhadores da saúde. “Uma das coisas que nos preocupa e que a população está muito ansiosa é em relação ao consumo de água. Ao mesmo tempo que orientamos inicialmente que se ingerisse água mineral, e até chegou água mineral lá, a gente teve informação da Copasa [no dia 28/01] que esteve lá, mas não levou nada por escrito, oficial, que naquela região eles [moradores] poderiam consumir, e a água lá é, principalmente, de poço artesiano, e eles disseram que estava sem contaminação”, relata Daiana Elias Rodrigues, médica de Família e Comunidade que integra a Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares (RNMMP).

Sem um documento oficial, a enfermeira da UBS se recusou a repassar a orientação da Companhia Mineira de Água e Esgoto (Copasa/MG) à comunidade, lembra a médica. “Inclusive ligaram para a enfermeira da unidade [básica de saúde] dizendo que a gente poderia informar a população. Mas a enfermeira disse: não vou repassar isso [orientação da Copasa/MG] na assembleia, se vocês não enviarem um comunicado por escrito”.

Daiana, que também foi voluntária em Mariana, em novembro de 2015, classifica as consequências à saúde dos atingidos em problemas de curto, médio e longo prazo. “A curto [prazo] preocupa muito o contato com a lama, isso pode gerar dermatites. Outra preocupação é em relação à questão respiratória, porque tem poeira, um ambiente carregado [poluição]. Mas esse a gente vai ficar atento. O principal problema é psíquico mesmo.”

Após a tragédia de Mariana (MG), diversos institutos e movimentos passaram a acompanhar a saúde da população da Bacia do rio Doce.

Dois anos depois do rompimento da barragem, exames de sangue e urina realizados por 11 pessoas do município de Barra Longa indicaram alto nível de níquel — substância que é capaz de causar doenças de pele, queda de cabelo e outras ainda desconhecidas. Três delas apresentaram também arsênio no corpo além do limite aceitável.
Share:

Casos de 'cervos zumbis' deixam EUA em alerta; doença pode contagiar humanos


Nos Estados Unidos, até o mês de janeiro deste ano, 24 Estados já reportaram casos de veados e alces contaminados com a doença degenerativa crônica (em inglês, chronic wasting disease, ou CWD). Fatal e ainda pouco conhecida, a doença destrói o sistema nervoso, e é comum em animais cervídeos – e agora, cientistas temem que possa contagiar humanos.

A CWD ganhou o apelido de "Zombie Deer Disease", em tradução literal, "doença do cervo zumbi" ou, como já foi chamada, "doença do alce louco". Isto porque deixa animais infectados com aparência esquelética, por causar perda de peso, salivação excessiva, e um olhar vidrado e inexpressivo, semelhante à imagens de mortos-vivos.

Em entrevista ao The New York Times, o Dr. Mark Zabel descreveu a aparência e comportamento dos animais nas fases finais da CWD, quando já se encontram perto da morte: "Eles têm um olhar vazio, um andar cambaleante, suas cabeças e orelhas ficam caídas, pode-se observar também uma saliva espessa pingando da boca. Parecem com verdadeiros zumbis".

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças do Departamento de Saúde dos EUA, a CWD também pode ser assintomática. Os sintomas podem levar até um ano para se manifestarem, e alguns animais morrem sem ter sinais aparentes de infecção. É fatal, e não há tratamentos ou vacinas.

Até hoje, não foram reportados casos da doença em seres humanos, mas estudos já demonstraram que primatas, como macacos, podem ser infectados ao ingerir carne de cervos com CWD, ou entrar em contato com fluidos corporais. Estes estudos sugerem que pode haver risco também para seres humanos.

O Governo dos Estados Unidos chamou atenção para a necessidade de testar todas as carnes de cervídeos antes do consumo. Mesmo com a doença sendo descoberta em 1967 e tendo se espalhado de maneira alarmante desde então, especialistas ainda não acharam uma maneira de contê-la.


FONTE:
Share:

Paciente morre após erro de robô durante cirurgia cardíaca


Uma cirurgia cardíaca realizada no Freeman Hospital (Newcastle, Inglaterra) terminou em morte por causa de um erro cometido por um robô.

Stephen Pettitt, de 69 anos, morreu após um erro cometido por um robô durante uma cirurgia cardíaca realizada em Newcastle, Inglaterra. A operação foi realizada em 2015, mas só agora o caso está sendo investigado. As informações são do “Telegraph”.

Durante procedimento para substituição da válvula mitral (estrutura do coração responsável pela passagem de sangue), o septo interatrial (parede muscular da porção superior do coração) foi perfurado acidentalmente, provocando hemorragia. Cirurgiões abriram o tórax do paciente para tentar salvá-lo, mas não obtiveram êxito.



Sukumaran Nair, chefe da equipe admitiu que deveria ter feito mais testes com o robô antes de utilizá-lo em uma cirurgia tão delicada, de acordo com reportagem do "Telegraph". Os sistema robotizado conhecido como Da Vinci foi desenvolvido para participar de cirurgias de precisão, menos invasivas, proporcionando segurança e recuperação mais rápida no pós-operatório.

Paul Renforth, coordenador de robótica do Freeman Hospital, que estava presente na cirurgia, comentou que o "clima estava bastante tenso" durante o procedimento.

O NHS tem 60 robôs que participam de diversos tipos de cirurgia. O resultado é considerado satisfatório.


FONTES:






Share:

sábado, 16 de fevereiro de 2019

ALERTA VERMELHO: Estudo francês confirma que alimentos ultraprocessados ​​aumentam o risco de morte prematura


Em um anúncio não tão surpreendente, uma equipe francesa descobriu durante um estudo que os alimentos ultraprocessados ​​aceleram seu risco de mortalidade.De acordo com a nova pesquisa, os seres humanos enfrentam um risco 14% maior de morte prematura a cada 10% de aumento na quantidade de alimentos ultraprocessados ​​que ingerimos.

Comer mais e mais alimentos processados, o que é padrão nos Estados Unidos, pode ser uma tendência que causa a morte prematura de doenças crônicas, como doenças coronarianas e câncer. Mas não são apenas os EUA. Várias nações sofrem de sucumbir aos alimentos processados ​​altamente viciantes que podem ser prejudiciais para a saúde e o bem-estar em geral. De acordo com um estudo recente, conforme relatado pela CNN , nos Estados Unidos, 61% da dieta total de um adulto vem de alimentos ultraprocessados. No Canadá, esse número é de 62% e, no Reino Unido, essa proporção é de 63%. Muitas pesquisas também indicaram que comer alimentos ultraprocessados ​​pode levar à obesidade, pressão alta e câncer, e os autores do estudo confirmam isso.


“Alimentos Ultraprocessed são fabricados industrialmente a partir de vários ingredientes que geralmente incluem aditivos utilizados para fins cosméticos tecnológica e / ou”, escreveram os autores do estudo, p ublished segunda-feira na revista JAMA Internal Medicine alimentos “Ultraprocessed são mais consumidos na forma de lanches , sobremesas, ou refeições prontas para comer ou comer ", e seu consumo" aumentou muito durante as últimas décadas. "

Para entender a relação entre os alimentos ultraprocessados ​​e o risco de uma morte antes do esperado, os pesquisadores contaram com a ajuda de 44.551 adultos franceses de 45 anos ou mais por dois anos. Sua idade média era de 57 anos e quase 73% dos participantes eram mulheres. Todos forneceram registros dietéticos de 24 horas a cada seis meses, além de preencher questionários sobre sua saúde (incluindo índice de massa corporal e outras medidas), atividades físicas e dados sociodemográficos. -CNN

Os alimentos ultraprocessados ​​representaram mais de 14% do peso do total de alimentos consumidos e cerca de 29% do total de calorias, eles descobriram. O consumo de alimentos ultraprocessados ​​foi associado à idade mais jovem, menor renda, menor nível educacional, moradia isolada, maior IMC e menor nível de atividade física. No decorrer deste estudo, 602 dos 44.551 participantes morreram. Uma vez que outros fatores de risco, como o tabagismo, foram levados em consideração, os pesquisadores chegaram à conclusão de que há um risco associado de 14% maior de morte prematura para cada aumento de 10% na proporção de alimentos ultraprocessados ​​consumidos.


"As descobertas fazem sentido, considerando o que sabemos até agora sobre os efeitos deletérios dos aditivos alimentares na função cerebral e saúde, mas os efeitos observados são muito pequenos", escreveu Molly Bray, presidente do Departamento de Ciências Nutricionais da Universidade do Texas. em Austin, em um email. Ela não estava envolvida na pesquisa.



FONTE:
Share:

George Soros pede que as elites salvem a UE antes que seja tarde demais


O globalista bilionário George Soros pediu às elites que "acordem" e salvem a União Europeia antes que ela desapareça. 

Em um artigo para o MarketWatch , Soros alertou que a UE está à beira do colapso e logo sofrerá um destino semelhante ao da União Soviética, a menos que algo drástico seja feito.

"A Europa está sonambulando para o esquecimento, e os europeus precisam acordar antes que seja tarde demais", escreveu Soros.

Se não o fizerem, a União Europeia seguirá o caminho da União Soviética em 1991. Nem os nossos líderes nem os cidadãos comuns parecem compreender que estamos a viver um momento revolucionário, que o leque de possibilidades é muito amplo e que o o resultado final é, portanto, altamente incerto.

Soros escreve : A maioria de nós assume que o futuro será mais ou menos parecido com o presente, mas isso não é necessariamente assim. Em uma vida longa e cheia de acontecimentos, presenciei muitos períodos do que chamo de desequilíbrio radical. Estamos vivendo em tal período hoje.

O próximo ponto de inflexão será as eleições para o Parlamento Europeu em maio de 2019. Infelizmente, as forças anti-europeias terão uma vantagem competitiva na votação. Há várias razões para isso, incluindo o desatualizado sistema partidário que prevalece na maioria dos países europeus, a impossibilidade prática da mudança do tratado e a falta de instrumentos legais para disciplinar os Estados membros que violam os princípios em que a União Européia foi fundada.

A UE pode impor o acervo comunitário (o corpo da lei da União Europeia) aos países candidatos, mas carece de capacidade suficiente para garantir o cumprimento dos Estados-Membros.

O sistema de partido antiquado dificulta aqueles que querem preservar os valores em que a UE foi fundada, mas ajuda aqueles que querem substituir esses valores com algo radicalmente diferente. Isto é verdade em países individuais e ainda mais em alianças transeuropeias.

O sistema partidário dos estados individuais reflete as divisões que importaram nos séculos XIX e XX, como o conflito entre capital e trabalho. Mas a clivagem que mais importa hoje é entre as forças pró e antieuropeias.

Alemanha

O país dominante da UE é a Alemanha, e a aliança política dominante na Alemanha - entre a União Democrata Cristã (CDU) e a União Social Cristã (CSU), com sede na Bavária - tornou-se insustentável.

A aliança funcionou desde que não houvesse uma parte significativa na Baviera à direita da CSU. Isso mudou com a ascensão do extremista Alternative für Deutschland (AfD). Nas últimas eleições de setembro, o resultado da CSU foi o pior em mais de seis décadas , e a AfD entrou no Parlamento da Bavária pela primeira vez.

A ascensão da AfD removeu a razão de ser da aliança CDU-CSU. Mas essa aliança não pode ser desfeita sem provocar novas eleições que nem a Alemanha nem a Europa podem pagar. Como é, a atual coalizão dominante não pode ser tão robusta pró-européia como seria sem a AfD ameaçar seu flanco direito.

A situação está longe de ser inútil.

Os verdes alemães emergiram como o único partido consistentemente pró-europeu no país, e continuam subindo nas pesquisas de opinião, enquanto a AfD parece ter alcançado seu ponto alto (exceto na antiga Alemanha Oriental). Mas agora os eleitores da CDU / CSU são representados por um partido cujo compromisso com os valores europeus é ambivalente.

Reino Unido e Brexit

No Reino Unido, também, uma estrutura partidária antiquada impede que a vontade popular encontre a expressão adequada. Tanto o Partido Trabalhista quanto os Conservadores estão divididos internamente, mas seus líderes, Jeremy Corbyn para o Trabalhismo e Theresa May para os Conservadores, estão tão determinados a entregar o Brexit que concordaram em cooperar para alcançá-lo.

A situação é tão complicada que a maioria dos britânicos só quer acabar com isso, embora seja o evento decisivo para o país nas próximas décadas.

Mas o conluio entre Corbyn e May provocou oposição em ambos os partidos, que no caso do Partido Trabalhista está beirando a rebelião. No dia seguinte a Corbyn e May se reuniram, May anunciou um programa para ajudar o eleitorado pró-Brexit Labour empobrecido no norte da Inglaterra. Corbyn é agora acusado de trair a promessa que fez na conferência do Partido Trabalhista em setembro de 2018 para apoiar um segundo referendo Brexit se não fosse possível realizar uma eleição.

O público também está se conscientizando das terríveis conseqüências do Brexit.As chances de que o acordo de maio seja rejeitado em 14 de fevereiro estão aumentando a cada dia. Isso poderia desencadear uma onda de apoio a um referendo ou, melhor ainda, por revogar a notificação do Artigo 50 da Grã-Bretanha.

Situação da Itália

A Itália encontra-se em uma situação semelhante.

A UE cometeu um erro fatal em 2017 ao aplicar rigorosamente o Acordo de Dublin, que injustamente sobrecarrega países como a Itália, onde os migrantes entram pela primeira vez na UE. Isso levou o eleitorado predominantemente pró-europeu e pró-imigração da Itália para os braços do partido da Liga Anti-Europeia e do Movimento das Cinco Estrelas em 2018. O Partido Democrata anteriormente dominante está em desordem.

Como resultado, a parcela significativa do eleitorado que permanece pró-europeu não tem partido para votar. Há, no entanto, uma tentativa de organizar uma lista pró-europeia unida. Um reordenamento similar dos sistemas partidários está acontecendo na França, Polônia, Suécia e provavelmente em outros lugares.

Quando se trata de alianças transeuropeias, a situação é ainda pior.

Os partidos nacionais têm pelo menos algumas raízes no passado, mas as alianças transeuropeias são inteiramente ditadas pelo interesse próprio dos líderes partidários. O Partido Popular Europeu (PPE) é o pior infractor. O PPE é quase totalmente desprovido de princípios, como demonstra a sua disponibilidade para permitir a continuação da adesão aos Fidesz do Primeiro-Ministro húngaro Viktor Orbán, a fim de preservar a sua maioria e controlar a atribuição de empregos de topo na UE.

As forças antieuropeias podem parecer boas em comparação: pelo menos elas têm alguns princípios, mesmo que sejam odiosos.

Interesses da Europa

É difícil ver como os partidos pró-europeus podem sair vitoriosos das eleições em maio, a menos que ponham os interesses da Europa à frente dos seus.

Ainda se pode defender a preservação da UE para reinventá-la radicalmente. Mas isso exigiria uma mudança de coração na UE. A liderança atual lembra o Politburo quando a União Soviética entrou em colapso - continuando a emitir ukazes como se ainda fossem relevantes.

O primeiro passo para defender a Europa dos seus inimigos, internos e externos, é reconhecer a magnitude da ameaça que eles apresentam. A segunda é despertar a maioria pró-europeia adormecida e mobilizá-la para defender os valores em que a UE foi fundada.

Caso contrário, o sonho de uma Europa unida poderia se tornar o pesadelo do século XXI.



FONTE:
Share:

Pentágono lança projeto para acelerar a inteligência artificial



O Pentágono divulgou pela primeira vez em 12 de fevereiro os esboços de seu plano mestre para acelerar a injeção de inteligência artificial (IA) em equipamentos militares, incluindo tecnologias avançadas destinadas ao campo de batalha.

Ao desclassificar elementos-chave de uma estratégia adotada no verão passado, o Departamento de Defesa parecia estar tentando responder a críticas disparatadas de que não estava sendo suficientemente cuidadoso com os riscos de usar inteligência artificial em suas armas ou não ser agressivo o bastante em relação ao rival. esforços das nações para abraçar AI.

O resumo da estratégia de 17 páginas dizia que a AI - um termo abreviado para aprendizado e tomada de decisão orientada por máquinas - oferecia uma grande promessa para aplicações militares, e que “espera-se que cause impacto em todos os cantos do Departamento, abrangendo operações, treinamento, sustentação, proteção da força, recrutamento, saúde e muitos outros. ”

Ele retratou o abraço da IA ​​em termos exclusivamente positivos, afirmando que “com a aplicação da IA ​​à defesa, temos a oportunidade de melhorar o suporte e a proteção dos membros do serviço dos EUA, proteger nossos cidadãos, defender nossos aliados e parceiros e melhorar a acessibilidade e velocidade de nossas operações. ”

Retrair-se da IA ​​em face dos agressivos esforços de pesquisa da IA ​​por potenciais rivais teria consequências terríveis - até apocalípticas -, alertou ainda. Isso resultaria em sistemas legados irrelevantes para a defesa de nosso povo, erodindo a coesão entre aliados e parceiros, reduzindo o acesso a mercados que contribuirão para um declínio em nossa prosperidade e padrão de vida e desafios crescentes para sociedades que foram construídas sobre liberdades individuais. ”

A publicação dos principais conceitos da estratégia do Pentágono vem oito meses depois de uma revolta no Vale do Silício contra o principal programa de pesquisa de inteligência artificial dos militares. Depois de milhares de funcionários do Google assinaram uma petição protestando contra o envolvimento da empresa em um esforço conhecido como Projeto Maven, destina-se a acelerar a análise de vídeos feitos por um drone para que o pessoal militar poderia identificar mais facilmente potenciais alvos, o Google anunciou em 1 de Junho que voltaria disso.



Mas o lançamento da estratégia deixa claro que a administração Trump não está tendo dúvidas sobre a utilidade da IA. Ele diz que o foco do Joint Artificial Intelligence Center (JAIC) do Departamento de Defesa, criado em junho passado, será sobre "execução de curto prazo e adoção de IA". E em uma seção descrevendo análise de imagem, o documento sugere que há algumas coisas que as máquinas podem fazer. faça melhor que os humanos. Ele diz que “a IA pode gerar e ajudar os comandantes a explorar novas opções para que possam selecionar os cursos de ação que melhor atingem os resultados da missão, minimizando os riscos tanto para as forças desdobradas quanto para os civis”.

A JAIC ainda está acrescentando pessoal, e seu novo diretor, tenente-general Jack Shanahan, foi confirmado pelo Senado há apenas dois meses. A última postagem de Shanahan antes de assumir o JAIC estava executando o Project Maven. Embora o orçamento do Centro em 2019 fosse de apenas US $ 90 milhões, ele é responsável por supervisionar centenas de programas de IA que custam mais de US $ 15 milhões, e os gastos totais do Departamento de Defesa em AI nos próximos cinco anos foram projetados em US $ 1,7 bilhão.

O resumo afirma repetidamente que os militares têm a obrigação ética de usar conscientemente a AI discutindo publicamente as diretrizes para seu uso e assegurando que ela seja empregada apenas quando segura. Mas essa referência não é precisamente definida no resumo não confidencial, e reitera uma política vaga anterior de que o departamento exigirá “níveis apropriados de julgamento humano sobre o uso da força” pelas máquinas.

A estratégia exige o desenvolvimento de novos "princípios" de defesa para orientar como os militares usarão a inteligência artificial, espelhando o que empresas como a Google fizeram ao anunciar um conjunto de ética para o uso de sua própria tecnologia. O Pentágono disse que desenvolverá esses princípios por meio do Defense Innovation Board, um grupo consultivo formado por especialistas externos em tecnologia, incluindo alguns altos executivos do Vale do Silício, que conduzirão reuniões em todo o país como parte de seu alcance. O conselho deve dar recomendações de princípios para o secretário de defesa neste verão.


Durante seus dois anos no cargo, o ex-secretário de Defesa James Mattis disse repetidamente que seu principal objetivo era tornar as forças armadas “mais letais”, inclusive por meio do uso da inteligência artificial. Mas grupos como a Campanha para Parar Robôs Assassinos têm trabalhado para promover a idéia de uma proibição do controle de armas para tecnologias autônomas em armas e têm trabalhado para aumentar o apoio público. O grupo patrocinou uma pesquisa divulgada em janeiro que descobriu que 52% dos americanos se opunham à idéia de sistemas de armas armadas que poderiam escolher matar.

Embora o resumo da estratégia descreva outros países, particularmente a Rússia e a China, como investir pesadamente em inteligência artificial e "desgastar" a vantagem técnica dos EUA, outros estão alertando que os EUA já estão atrasados.“Eu acho que tanto a Rússia quanto a China estão em uma posição melhor do que nós. Eu acho que eles estão à frente de nós ”, disse o presidente do Comitê de Serviços Armados do Senado, James Inhofe, R-Okla., Falando aos repórteres na manhã de terça-feira antes do lançamento da estratégia.

O Conselho de Estado da China divulgou um relatório em 2017 pedindo que o país se torne o líder mundial em IA até 2030 . Isso inclui amplas aplicações de inteligência artificial e o desenvolvimento de uma indústria nacional direcionada a valer US $ 150 bilhões.

Apesar de sua preocupação, Inhofe, que molda os gastos com defesa através do projeto de lei anual de política de defesa do Congresso, disse que a IA não era sua maior prioridade. "Há outras coisas que precisam ser feitas primeiro", disse ele.

O resumo foi divulgado um dia após o presidente Trump anunciar a American AI Initiative , que foca no interesse comercial mais amplo em inteligência artificial.Nenhum dos dois documentos descreveu qualquer novo financiamento proposto.

O Center for Public Integrity é uma organização de notícias investigativas sem fins lucrativos em Washington, DC.



FONTE:
Share:

DHILLON: Microsoft quer escolher as notícias que você lê


Sorce: Harmeet K. Dhillon | Associação dos Advogados Nacionais Republicanos

Controlar o que os noticiários fazem e não recebem tornou-se um grande foco na era digital. Grandes gigantes da mídia e agentes políticos do establishment lutaram por muito tempo para estigmatizar, desacreditar e censurar qualquer notícia que não se encaixe em suas agendas.

Agora, um jogador familiar está entrando no jogo da censura: a Microsoft acaba de anunciar que o navegador Edge da gigante da tecnologia contará com um plugin “NewsGuard” que exibirá um grande ponto de exclamação vermelho e um aviso de repreensão quando os usuários veem notícias de seus censores. Os meios de comunicação selecionados pelo NewsGuard e pela Microsoft, por outro lado, terão uma ótima marca verde e elogios lisonjeiros ao seu mérito jornalístico.

Quem são as fontes de notícias de "marca de seleção verde" aprovadas? Os meios de comunicação esquerdistas que você espera: CNN, The Huffington Post, The Washington Post e assim por diante. Esses são os mesmos sites que publicaram dúzias de histórias comprovadamente falsas sobre estudantes católicos assediando um veterano do Vietnã - e acabaram colocando aqueles adolescentes e suas famílias na mira de uma turbulenta odeia a internet - e então, em grande parte, se recusaram a pedir desculpas por isso. ficando a história completamente errada.

Outros membros do clube de “boas notícias” incluem a Rolling Stone, responsável por fazer uma reportagem de capa do mais destrutivo estupro desde o Scottsboro Boys, e o BuzzFeed News, responsável pelo relatório acusando o presidente Trump de cometer um crime por supostamente dizer a Michael Cohen mentir para o Congresso. A história era tão escandalosamente falsa que o escritório do Assessor Especial, Robert Mueller, emitiu uma rara declaração pública para desautorizá-la.

Quais fontes de mídia estão dispostas no outro lado dessa equação, as urnas “más notícias” designadas no NewsGuard com pontos de exclamação vermelhos?Exatamente quem você esperaria: Breitbart News; Relatório Drudge; o Daily Mail, o terceiro maior jornal da Grã-Bretanha; e outros estabelecimentos populares fora do corredor Acela.

No fim das contas, esse esquema não é diferente dos duvidosos “checadores de fatos” que os meios de comunicação de elite usaram para depreciar seus competidores e silenciar pessoas que vêem o mundo de forma um pouco diferente do que as pessoas em redações em Nova York. Washington e Los Angeles.

Não é de surpreender que os criadores e censores da NewsGuard venham do mesmo mundo da mídia que eles procuram para policiar, em sua maioria ex-editores e editores de notícias e publicações de opinião. Os elogios melosos que seus ex-colegas e colegas de trabalho já estão elogiando no esquema não devem ser surpreendentes - tornou-se uma crença comum entre essas elites paternalistas que o homem comum precisa ser protegido de notícias e opiniões cruas e “não filtradas”.

O aspecto mais inovador dessa tendência de censura de notícias é o envolvimento da Microsoft. O Google e o Facebook têm estado envolvidos na censura da mídia há anos, mas essa é a grande tecnologia da velha geração que está entrando em ação, talvez demonstrando que precisa censurar apenas para acompanhar seus irmãos de mídia social mais jovens e inovadores. .

O que está em jogo aqui? Agências de notícias como a Breitbart quebraram alguns dos maiores escândalos que afetam a Microsoft e outras imagens públicas de gigantes da tecnologia.

Felizmente para os americanos que se sentem desconfortáveis ​​com esse tipo de censura de irmão mais velho, e que desejam decidir por si mesmos em quais agências de notícias eles confiam, o Microsoft Edge é um dos principais navegadores da web, e esse é o fim do jogo. movimento de censura poderia ter impacto limitado.

As estimativas mais recentes sugerem que apenas pouco mais de 2% dos usuários da Internet navegam com o Edge. O Google Chrome, por outro lado, representametade do mercado de navegadores dos EUA.

Gizemos mais um motor de busca ostensivamente neutro seguindo o caminho dos dinossauros, para ser substituído por um “ajudante” paternalista para direcionar os consumidores para canais estreitos abençoados por nossos senhores digitais, e longe dos grandes, maus e abertos mares de informação.

Harmeet Dhillon é um advogado reconhecido nacionalmente com foco em litígios comerciais, direito do trabalho, direitos da Primeira Emenda e questões de direito eleitoral .

Nota do Editor: Uma versão anterior desse artigo de opinião usava as palavras “por padrão” e “imediatamente”, mas não especificou que, enquanto as versões do Microsoft Edge são pré-carregadas com o “NewsGuard”, os usuários devem ativar o plug-in. definições. Essas palavras foram removidas para esclarecer o significado.



FONTE:


Share:

Netanyahu diz que nações árabes têm reuniões secretas com Israel


VARSÓVIA, Polônia - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou que Israel tem se encontrado secretamente com países árabes.

Em um tweet postado na quarta-feira, Netanyahu estava comentando sobre a conferência de paz do Oriente Médio, organizada pelos Estados Unidos em Varsóvia, quando se referiu à reunião como "aberta", ao contrário de outras reuniões realizadas "em segredo". foram "muitos desses".

Israel e muitos estados árabes compartilham um inimigo comum no Irã, e o tweet significa que a reunião de Varsóvia não é tanto sobre a paz no Oriente Médio como um todo, mas mais sobre o combate ao Irã.

Netanyahu inicialmente twittou que “representantes dos principais países árabes estão sentados juntos com Israel para promover o interesse comum da guerra com o Irã”.

Isso imediatamente provocou fogo e críticas, e ele substituiu o tweet por um novo com as palavras "combatendo o Irã", substituindo as palavras "guerra com o Irã".

O que tem sido perdido, no entanto, é a afirmação de que Israel se reuniu secretamente com as nações árabes.

O tweet completo inicialmente disse:

“O que é importante sobre esta reunião, e não é em segredo, porque há muitos deles - é que esta é uma reunião aberta com representantes dos principais países árabes que estão sentados juntos com Israel, a fim de promover o interesse comum dos países. guerra com o Irã. ”

Enquanto o primeiro-ministro alterou posteriormente as palavras finais do tweet, o resto do post permanece inalterado.



FONTE:
Share:

Conheçam as "Toxinas Nocivas" que fazem parte de nosso dia-a-dia

 "Toxinas Nocivas"

Related image


1-Metilciclopropeno (192 ocorrências)
2,4-D (0 ocorrências)
2,4-DB (5491 ocorrências)
2-Fenilfenol (248 ocorrências)
Abamectina (386 ocorrências)
Acefato (264 ocorrências)
Acessulfame K (5 ocorrências)
Acessulfame- K (184 ocorrências)
Acetaldeído (5162 ocorrências)
Acetamiprida (233 ocorrências)
Acetona (5427 ocorrências)
Acrilamida (5320 ocorrências)
Actínio (55 ocorrências)
Alacloro (514 ocorrências)
Álcool (9043 ocorrências)
Aldicarbe (532 ocorrências)
Aldrin (876 ocorrências)
Alfa Tocoferol (5715 ocorrências)
Alfa-cipermetrina (177 ocorrências)
Alumínio (5848 ocorrências)
Alumínio (7662 ocorrências)
amerício (339 ocorrências)
Ametryn (124 ocorrências)
Amitraz (365 ocorrências)
Amitrole (101 ocorrências)
persulfato de amónio (270 ocorrências)
anato (103 ocorrências)
de antimónio (2684 ocorrências)
Arsénio (7298 ocorrências)
atrazina (2832 ocorrências)
azadiractina (308 ocorrências)
Azinfos-metilo (281 ocorrências)
Azoxistrobina (220 ocorrências)
Bário (5926 ocorrências)
Benalaxil (34 ocorrências)
Bendiocarb (162 ocorrências)
Benomil (654 ocorrências)
Bensulfurão-metilo (70 ocorrências)
Bentazona (122 ocorrências)
Cloreto de benzalcónio (1654 ocorrências)
Benzoato (5678 ocorrências)
Benzoico (5361 ocorrências)
Peróxido de Benzoíla (1032 ocorrências)
Benzilo (7684 ocorrências)
Berílio (1693 ocorrências)
BHA (1405 ocorrências)
BHT (2185 ocorrências)
Bifenazato (27 ocorrências)
Bifentrina (418 ocorrências)
Bioresmetrina (40 ocorrências)
Bisfenol A (1590 ocorrências)
Azul 2 (21 ocorrências)
Boscalide (51 ocorrências)
Bromacil (61 ocorrências)
Ião brometo (2072) ocorrências)
Bromofos (61 ocorrências)
Bromopropilato (51 ocorrências)
Bronopol (89 ocorrências)
Buprofezina (75 ocorrências)
Butacloro (126 ocorrências)
Hidroxitolueno butilado (1675 ocorrências)
Cádmio (8088 ocorrências)
Cadusafos (27 ocorrências)
cafeína (6627 ocorrências)
Propionato de cálcio (390 ocorrências)
Captafol (71 ocorrências)
Captan (340 ocorrências)
Carbaril (1153 ocorrências)
Carbendazim (561 ocorrências)
Carbetamida (10 ocorrências)
Carbofuran (788 ocorrências )
Carbosulfan (88 ocorrências)
Carboximetilcelulose (1998 ocorrências)
Carmine (803 ocorrências)
CARMOSINA (45 ocorrências)
Cartap (34 ocorrências)
caseína (6912 ocorrências)
Chlorantraniliprole (86 ocorrências)
clordano (890 ocorrências)
Chlorfenapyr (91 ocorrências)
Chlorfenvinphos (162 ocorrências)
Chloridazon (41 ocorrências)
Chlormequat (54 ocorrências)
Chlorothalonil (352 ocorrências)
Chlorotoluron (78 ocorrências)
Chlorpropham (73 ocorrências)
Chlorpyrifos (2730 ocorrências)
Chlorpyrifos-methyl (170 ocorrências)
Chlorsulfuron (142 ocorrências)
Clethodim (19 ocorrências)
Clothianidin (127 ocorrências)
cobalto-60 (1134 ocorrências)
Cocamidopropil Betaína (57 ocorrências)
Extrato de Cochonilha (16 ocorrências)
Hidróxido de cobre (386 ocorrências)
Oxicloreto de cobre (50 ocorrências)
Sulfato de cobre (783 ocorrências)
Xarope de milho (375 ocorrências)
Coumafos (219 ocorrências)
Cumarina (5266 ocorrências)
Óxido cuproso (126 ocorrências)
ciclamato (325 ocorrências)
Ciclóidea (13 ocorrências)
Ciflutrina (370 ocorrências)
Cipermetrina (1335 ocorrências)
Cyproconazol (49 ocorrências)
Cyprodinil (105 ocorrências)
Ciromazina (113 ocorrências)
Daminozide (28 ocorrências)
Dazomet (20 ocorrências)
DDT (5049 ocorrências)
Deltametrina (1728 ocorrências)
Demeton-S-methyl (33 ocorrências)
Dextrose (5070 ocorrências)
Diacilglicerol (5928 ocorrências)
Diazinon (1248 ocorrências)
Diazolidinil Urea (47 ocorrências)
Dibutyl phthalate (563 ocorrências)
Dicamba (204 ocorrências)
Dichlofluanid (80 ocorrências)
Diclorprop (110 ocorrências)
Diclorvós (832 ocorrências)
Dicofol (245 ocorrências)
Dieldrin (1792 ocorrências)
Dietanolamina (347 ocorrências)
Difenoconazol (66 ocorrências)
Diflubenzurão (235 ocorrências)
Diflufenican (25 ocorrências)
Diglicéridos (668 ocorrências)
Dimeticona (90 ocorrências)
Dimetoato (701 ocorrências)
Dinocap (19 ocorrências)
Dinotefuran (83 ocorrências)
dioxinas (4036 ocorrências)
Difenilamina (1017 ocorrências)
Diquat (426 ocorrências)
Diquomide Diquomide (34 ocorrências)
EDTA dissódico (499 ocorrências)
Disulfotão (105 ocorrências)
Ditiocarbamatos (502 ocorrências)
Diurão (808 ocorrências)
DMDM Hidantoína (14 ocorrências)
DNOC (57 ocorrências)
Dodina (33 ocorrências)
Elastina (5262 ocorrências)
Benzoato de emamectina (113 ocorrências) ocorrências
Endosulfan (1519 ocorrências)
Endrin (475 ocorrências)
Esfenvalerate (152 ocorrências)
Ethephon (310 ocorrências)
Ethion (130 ocorrências)
Etofumesato (25 ocorrências)
Etoxiquina (245 ocorrências)
etil vanilina (96 ocorrências)
acrilato de etilo (37 ocorrências)
etilenodiamina tetra-acético (1726 ocorrências)
etilenotiouréia (219 ocorrências)
Etofenprox (67 ocorrências)
Famoxadona (35 ocorrências)
Fenamifos (161 ocorrências)
Fenarimol (135 ocorrências)
fenehexamida ( 59 ocorrências)
Fenoprop (12 ocorrências)
Fenoxaprop-P-Ethyl (29 ocorrências)
Fenpropatrina (152 ocorrências)
Fenpropimorfe (81 ocorrências)
Fenpiroximato (42 ocorrências)
Fenthion (400 ocorrências)
Fenvalerato (500 ocorrências)
Fipronil (608 ocorrências)
Flubendiamida (40 ocorrências)
Fludioxonil (141 ocorrências)
Flumetrina (98 ocorrências)
Fluometuron (61 ocorrências)
Fluopicolide (3 ocorrências)
Fluopyram (9 ocorrências)
Fluoreto (7697 ocorrências)
Flusilazol (49 ocorrências)
Flutolanil (24 ocorrências)
Flutriafol (29 ocorrências)
Folpet (103 ocorrências)
Formaldeído (5931 ocorrências)
Fosetyl alumínio (5 ocorrências)
Frutose (7049 ocorrências)
Ácido Fumarico (777 ocorrências)
Gama-BHC (104 ocorrências)
Gelatina (6064 ocorrências)
Glufosinato-amônio (89 ocorrências)
Glicerina (1155 ocorrências)
Ácido Glicólico (3406 ocorrências)
Glifosato (1447 ocorrências) Ocorrências)
Verde 3 (2 ocorrências)
Verde S (5 ocorrências)
Guar Gum (946 ocorrências)
Heptacloro (831 ocorrências)
herbicidas (5216 ocorrências)
Hexaconazol (91 ocorrências)
Hexazinona (74 ocorrências)
Hexitiazox (35 ocorrências)
Vacina contra o HPV (2988 ocorrências)
Hidroquinona (3749 ocorrências)
Imazalil (190 ocorrências)
Imidacloprida (1153 ocorrências)
Imidazolidinil Ureia (45 ocorrências)
Indoxacarbe (159 ocorrências)
Ioxinil (59 ocorrências)
Iprodione (195 ocorrências )
Isofenfos (45 ocorrências)
ISOMALT (56 ocorrências)
álcool isopropílico (1193 ocorrências)
isoproturão (417 ocorrências)
cresoxime-metilo (83 ocorrências)
laca (433 ocorrências)
Lactitol (228 ocorrências)
Lambda-cialotrina (549 ocorrências)
Lanolina (241 ocorrências)
chumbo (8314 ocorrências)
Lecitina (5663 ocorrências)
Limão enxofre (22 ocorrências)
Lindano (1825 ocorrências)
Linuron (338 ocorrências)
Locust Bean Gum (306 ocorrências)
Lufenuron (119 ocorrências)
Lixívia (255 ocorrências)
Estearato de magnésio (457 ocorrências)
Malatião (2021 ocorrências)
Hidrazida maleica (151 ocorrências)
maltitol (172 ocorrências)
Maltodextrina (1054 ocorrências)
Mancozebe (275 ocorrências)
Maneb (223 ocorrências)
Manitol (5295 ocorrências)
MCPA (381 ocorrências)
MCPB (66 ocorrências)
Mecoprop (174 ocorrências)
Mefenpyr-dietil (8 ocorrências)
Meptininocap (6 ocorrências)
Mercúrio (7835 ocorrências)
Metaflumizona (46 ocorrências)
Metalaxil (312 ocorrências)
Metamitron (60 ocorrências)
Metam-sódio (69 ocorrências)
Metamidofós (343 ocorrências)
Metidatião (144 ocorrências)
Methiocarb (118 ocorrências)
Metomil (347 ocorrências)
Metoxiclor (589 ocorrências)
Metoxifenozida (104 ocorrências)
Brometo de metilo (2412 ocorrências)
Metil Metacrilato (4821 ocorrências)
Metilparabeno (278 ocorrências)
Metolacloro (537 ocorrências)
Metribuzin (193 ocorrências )
Metsulfurão metílico (135 ocorrências)
Óleo mineral (2744 ocorrências)
Amido modificado (1062 ocorrências)
mogrosídeos (14 ocorrências)
Monocrotofós (276 ocorrências)
Monoglicerídeos (460 ocorrências)
Glutamato monossódico (1435 ocorrências)
MTBE (942 ocorrências)
Miclobutanil (114 ocorrências)
Naled (76 ocorrências)
NDEA (376 ocorrências)
Niclosamida (309 ocorrências)
Nicosulfurão (53 ocorrências)
Nitrato (7803 ocorrências)
Nitrosaminas (2326 ocorrências )
Novalurão (56 ocorrências)
Oligofrutose (328 ocorrências)
Laranja 1 (7 ocorrências)
Laranja 2 (1 ocorrências)
Laranja B (2 ocorrências)
Ósmio (3560 ocorrências)
Oxamil (165 ocorrências)
Parafina (6925 ocorrências)
Paraquat (3879 ocorrências)
Paratião (1809 ocorrências)
Paratião-metilo (178 ocorrências)
Patente Azul V (21 ocorrências)
PBDE (1612 ocorrências)
Penconazol (90 ocorrências)
Perclorato ( 4129 ocorrências)
Permetrina (2106 ocorrências)
pesticidas (7794 ocorrências)
Petrolato (870 ocorrências)
Petróleo (5529 ocorrências)
Petróleo em óleo (1795 ocorrências)
PFOA (1155 ocorrências)
PFOS (1269 ocorrências)
Phenmedipham (43 ocorrências)
Phenoxyethanol (177 ocorrências)
Fhorate (164 ocorrências)
Fosalona (92 ocorrências)
Fosmet (117 ocorrências)
Fosfatos (6141 ocorrências)
Ácido Fosfórico (5037 ocorrências)
Ftalatos (1312 ocorrências)
Fitostanóis (38 ocorrências )
Fitoesteróis (1000 ocorrências)
Picloram (149 ocorrências)
Butóxido de piperonilo ( 835 ocorrências)
Pirimicarbe (165 ocorrências)
Pirimifos-metilo (196 ocorrências)
plutônio (1477 ocorrências)
Polônio (250 ocorrências)
poliacrilamida (7392 ocorrências)
Polietileno (8336 ocorrências)
polioxietileno (1384 ocorrências)
Polipropileno (5197 ocorrências)
policloreto de vinila (2179 ocorrências)
Ponceau 4R (50 ocorrências)
Sorbato de potássio (287 ocorrências)
p- Fenilenodiamina (2676 ocorrências)
Procloraz (195 ocorrências)
Procimidona (176 ocorrências)
Profenofos (138 ocorrências)
Prometryn (108 ocorrências)
Propamocarbe (28 ocorrências)
Propanil (168 ocorrências)
Propargite (50 ocorrências)
Propazine (123 ocorrências)
Propiconazol (219 ocorrências)
Propinébio (32 ocorrências)
Propoxur (481 ocorrências)
Propil Gallate (613 ocorrências)
Propileno Glicol (3280 ocorrências)
Óxido de propileno (1246 ocorrências)
Propilparabeno (203 ocorrências)
Protioconazol (18 ocorrências)
PVC (4348 ocorrências)
Piraclostrobina (70 ocorrências)
Pirazofós (13 ocorrências)
Piretrinas (239 ocorrências)
Piretro (264 ocorrências)
Pirimetanil (116 ocorrências)
Piriproxifeno (282 ocorrências)
Quaternium-15 (63 ocorrências)
Quinclorac (40 ocorrências)
Quinina (5044 ocorrências)
Quinoline Yellow (59 ocorrências)
Quinoxyfen (29 ocorrências)
Quintozene (35 ocorrências) ocorrências)
Rádio (1877 ocorrências)
Vermelho 2 (33 ocorrências)
Vermelho 3 (14 ocorrências)
Rimsulfurão (29 ocorrências)
Sacarina (2968 ocorrências)
Simazina (587 ocorrências)
Ascorbato de sódio (1200 ocorrências)
Benzoato de Sódio (1237 ocorrências)
de bissulfito de sódio (736 ocorrências)
de sódio Carboximetil-celulose (1000 ocorrências)
caseinato de sódio (340 ocorrências)
clorato de sódio (312 ocorrências)
de sódio hidroximetilglicinato (1 ocorrências)
Sodium Laureth Sulfate (6781 ocorrências )
Lauril Sulfato de Sódio (5167 ocorrências)
Nitrato de sódio (2530 ocorrências)
Propionato de Sódio (757 ocorrências)
Lactilato de Estearoil de Sódio (84 ocorrências)
Sulfito de Sódio (542 ocorrências)
Ácido Sórbico (446 ocorrências)
Sorbitol (5077 ocorrências)
Espinafró (30 ocorrências)
Espinhosade (441 ocorrências)
Espirodiclofeno (28 ocorrências)
Ácido Esteárico (4830 ocorrências)
Estrôncio-90 (279 ocorrências)
Sacarose (7582 ocorrências)
Açúcar (8577 ocorrências)
Sulfitos (203 ocorrências)
Sulfoxaflor (10 ocorrências)
Dióxido de enxofre (2567 ocorrências)
Fluoreto de
enxofre ( 26 ocorrências) Enxofre (5322 ocorrências)
Tagatose (289 ocorrências)
Talco (1539 ocorrências)
Tartrazina (311 ocorrências)
Tebuconazol (252 ocorrências)
Tebufenozida (137 ocorrências)
Teflubenzuron (43 ocorrências)
Temephos (363 ocorrências)
Terbufos (74 ocorrências)
Terbuthylazine (213 ocorrências)
Terbutryn (133 ocorrências)
Tálio (5915 ocorrências)
Tiabendazol (1130 ocorrências)
Tiaclorvido (149 ocorrências)
Tiametoxam (280 ocorrências)
Tifensulfurão-metilo (36 ocorrências)
timerosal (958 ocorrências)
Tiodicarbe (33 ocorrências)
Thiometon (11 ocorrências)
Thiram (252 ocorrências)
Tório (1300 ocorrências)
Tolueno (5906 ocorrências)
Tolilfluanida (46 ocorrências)
TRANSGLUTAMINASE (5232 ocorrências)
Triacetina (222 ocorrências)
Triadimefon (198 ocorrências)
Triadimenol (98 ocorrências)
Triazolo (5342 ocorrências)
Triazofos (105 ocorrências)
Tribenurão-metilo (53 ocorrências)
Triclorofeno (267 ocorrências)
Triclosan (1623 ocorrências)
Trietanolamina (762 ocorrências)
Trifloxystrobin (78 ocorrências)
Trifluralin (345 ocorrências)
Urânio (5170 ocorrências)
Vinclozolina (343 ocorrências)
Cloreto de vinila (2472 ocorrências)
Violeta 1 (0 ocorrências)
Amarelo 1 (1 ocorrências)
Amarelo 11 (1445 ocorrências)
Amarelo 2 (16 ocorrências)
Amarelo 3 (10 ocorrências)
Amarelo 4 (3 ocorrências)
Zeta-Cipermetrina (23 ocorrências)
Estearato de Zinco (43 ocorrências)
Zirame (91 ocorrências)
Zoxamida (14 ocorrências)


Related image


Pela popularidade:

Álcool (9043 ocorrências)
Açúcar (8577 ocorrências)
Polietileno (8336 ocorrências)
chumbo (8314 ocorrências)
Cádmio (8088 ocorrências)
Mercúrio (7835 ocorrências)
Nitrato (7803 ocorrências)
pesticidas (7794 ocorrências)
Fluoreto (7697 ocorrências)
Benzilo (7684 ocorrências)
Alumínio (7662 ocorrências)
Sacarose (7582 ocorrências)
poliacrilamida (7392 ocorrências)
Arsênico (7298 ocorrências)
Frutose (7049 ocorrências)
Parafina (6925 ocorrências)
caseína (6912 ocorrências)
Laureth Sulfato de sódio (6.681 ocorrências)
cafeína (6627 ocorrências)
Fosfatos (6141 ocorrências)
Gelatina (6064 ocorrências)
Formaldeído (5931 ocorrências)
Diacilglicerol (5928 ocorrências)
Bario (5926 ocorrências)
Tálio (5915 ocorrências )
Tolueno (5906 ocorrências)
Alumínio (5848 ocorrências)
Alfa-tocoferol (5715 ocorrências)
Benzoato (5678 ocorrências)
Lecitina (5663 ocorrências)
Petróleo (5529 ocorrências)
2,4-DB (5491 ocorrências)
Acetona (5427 ocorrências)
Benzoica (5361 ocorrências)
Triazolo (5342 ocorrências)
Enxofre (5322 ocorrências)
Acrilamida (5320 ocorrências)
Manitol (5295 ocorrências)
Cumarina (5266 ocorrências)
Elastina ( 5262 ocorrências)
TRANSGLUTAMINASE (5232 ocorrências)
herbicidas (5216 ocorrências)
Polipropileno (5197 ocorrências)
Urânio (5170 ocorrências)
Lauril Sulfato de Sódio (5167 ocorrências)
Acetaldeído (5162 ocorrências)
Sorbitol (5077 ocorrências)
Dextrose (5070 ocorrências)
DDT (5049 ocorrências)
Quinina (5044 ocorrências)
Ácido Fosfórico (5037 ocorrências)
Ácido Esteárico (4830 ocorrências)
Metil Metacrilato (4821 ocorrências)
PVC (4348 ocorrências)
Perclorato (4129 ocorrências)
dioxinas (4036 ocorrências)
Paraquat (3879 ocorrências)
Hidroquinona (3749 ocorrências)
Ósmio (3560 ocorrências)
Ácido Glicólico (3406 ocorrências)
Propilenoglicol (3280 ocorrências)
vacina contra o HPV (2988 ocorrências)
Sacarina (2968 ocorrências)
Atrazina (2832 ocorrências)
Óleo Mineral (2744 ocorrências)
Clorpirifos (2730 ocorrências)
de antimónio (2684 ocorrências)
p-fenilenodiamina (2676 ocorrências)
Dióxido de enxofre (2567 ocorrências)
Sódio nitrato (2530 ocorrências)
Cloreto de vinilo (2472 ocorrências)
Brometo de metilo (2412 ocorrências)
Nitrosaminas (2326 ocorrências)
BHT (2185 ocorrências)
cloreto de polivinilo (2179 ocorrências)
Permetrina (2106 ocorrências)
Iodo brometo (2.072 ocorrências)
Malatião (2021 ocorrências)
Carboximetilcelulose (ocorrências 1998)
Rádio (1877 ocorrências)
Lindano (1825 ocorrências)
Paratião (1809 ocorrências)
Óleo de petróleo (1795 ocorrências)
Dieldrin (1792 ocorrências)
Deltametrina (1728 ocorrências)
Etilenodiamina Ácido Tetraacético (1726 ocorrências)
Berílio (1693 ocorrências)
Hidroxitolueno Butilado (1675 ocorrências)
Cloreto de Benzalcônio (1654 ocorrências)
Triclosan (1623 ocorrências)
PBDE (1612 ocorrências)
Bisfenol A (1590 ocorrências)
Talco (1539 ocorrências)
Endossulfan (1519 ocorrências)
plutônio (1477 ocorrências)
Glifosato (1447 ocorrências)
Amarelo 11 (1445 ocorrências)
Glutamato monossódico (1435 ocorrências)
BHA (1405 ocorrências) ocorrências)
polioxietileno (1384 ocorrências)
Cipermetrina (1335 ocorrências)
Ftalatos (1312 ocorrências)
Tório (1300 ocorrências)
PFOS (1269 ocorrências)
Diazinão (1248 ocorrências)
Óxido de propileno (1246 ocorrências)
Benzoato de sódio (1237 ocorrências)
Ascorbato de sódio (1200 ocorrências)
Álcool isopropílico (1193 ocorrências)
Glicerina (1155 ocorrências)
PFOA (1155 ocorrências)
Imidacloprida (1153 ocorrências)
Carbaril (1153 ocorrências)
cobalto-60 (1134 ocorrências) )
Tiabendazol (1130 ocorrências)
Amido modificado (1062 ocorrências)
Maltodextrina (1054 ocorrências)
Peróxido de benzoíla (1032 ocorrências)
Difenilamina (1017 ocorrências)
Carboximetilcelulose de sódio (1000 ocorrências)
Fitoesteróis (1000 ocorrências)
timerosal (958 ocorrências)
Guar Gum (946 ocorrências)
MTBE (942 ocorrências)
clordano (890 ocorrências)
Aldrin (876 ocorrências)
Petrolato (870 ocorrências)
Butóxido de piperonilo (835 ocorrências)
Diclorvos (832 ocorrências )
Heptacloro (831 ocorrências)
Diuron (808 ocorrências)
Carmim (803 ocorrências)
Carbofurano (788 ocorrências)
Sulfato de cobre (783 ocorrências)
Ácido fumárico (777 ocorrências)
Trietanolamina (762 ocorrências)
Propionato de sódio (757 ocorrências)
Bissulfito de sódio (736 ocorrências)
Dimetoato (701 ocorrências)
Diglicéridos (668 ocorrências)
Benomil (654 ocorrências)
Gallato de propil (613 ocorrências)
Fipronil (608 ocorrências)
Metoxiclor (589 ocorrências)
Simazina ( 587 ocorrências)
Dibutilftalato (563 ocorrências)
Carbendazime (561 ocorrências)
Lambda-cialotrina (549 ocorrências)
Sulfito de Sódio (542 ocorrências)
Metolacloro (537 ocorrências)
Aldicarbe (532 ocorrências)
Alacloro (514 ocorrências)
Ditiocarbamatos (502 ocorrências)
Fenvalerato (500 ocorrências)
EDTA dissódico (499 ocorrências)
Propoxur (481 ocorrências)
Endrina (475 ocorrências)
Monoglicerídeos (460 ocorrências)
Estearato de magnésio (457 ocorrências) )
Ácido sórbico (446 ocorrências)
Espinhosade (441 ocorrências)
Laca (433 ocorrências)
Diquat (426 ocorrências)
Bifentrina (418 ocorrências)
Isoproturão (417 ocorrências)
Fenthion (400 ocorrências)
Propionato de cálcio (390 ocorrências)
Abamectina (386 ocorrências)
Hidróxido de cobre (386 ocorrências)
MCPA (381 ocorrências)
NDEA (376 ocorrências)
Xarope de milho (375 ocorrências)
Ciflutrina (370 ocorrências)
Amitraz (365) ocorrências)
Temefós (363 ocorrências)
Clorotalonil (352 ocorrências)
Dietanolamina (347 ocorrências)
Metomil (347 ocorrências)
Trifluralina (345 ocorrências)
Vinclozolina (343 ocorrências)
Metamidofós (343 ocorrências)
Captan (340 ocorrências)
Caseinato de sódio (340 ocorrências)
amerício (339 ocorrências)
Linuron (338 ocorrências)
Oligofrutose (328 ocorrências)
ciclamato (325 ocorrências)
Metalaxil (312 ocorrências)
Clorato de sódio (312 ocorrências)
Tartrazina (311 ocorrências) ocorrências)
Ethephon (310 ocorrências)
Niclosamide (309 ocorrências)
Azadirachtin (308 ocorrências)
Locust Bean Gum (306 ocorrências)
Tagatose (289 ocorrências)
Sorbato de Potássio (287 ocorrências)
Piriproxifeno (282 ocorrências)
Azinfos-metilo (281 ocorrências)
Tiametoxam (280 ocorrências)
Estrôncio-90 (279 ocorrências)
Metilparabeno (278 ocorrências)
Monocrotofós (276 ocorrências)
Mancozebe (275 ocorrências)
Persulfato de Amônio (270 ocorrências) )
Trichlorfon (267 ocorrências)
Piretro (264 ocorrências)
Acefato (264 ocorrências)
Lixívia (255 ocorrências)
Tebuconazol (252 ocorrências)
Tirame (252 ocorrências)
Polônio (250 ocorrências)
2-Fenilfenol (248 ocorrências)
Dicofol (245 ocorrências)
etoxiquina (245 ocorrências)
Lanolina (241 ocorrências)
Piretrinas (239 ocorrências)
Diflubenzuron (235 ocorrências)
Acetamipride (233 ocorrências)
Lactitol (228 ocorrências)
Maneb (223 ocorrências) ocorrências)
Triacetin (222 ocorrências)
Azoxystrobin (220 ocorrências)
Coumaphos (219 ocorrências)
Ethylenethiourea (219 ocorrências)
Propiconazole (219 ocorrências)
Terbuthylazine (213 ocorrências)
dicamba (204 ocorrências)
sulfitos (203 ocorrências)
Propylparaben (203 ocorrências)
triadimefon (198 ocorrências)
pirimifos-metilo (196 ocorrências)
procloraz (195 ocorrências)
Iprodione (195 ocorrências)
metribuzina (193 ocorrências)
1-metilciclopropeno ( 192 ocorrências)
Imazalil (190 ocorrências)
Acessulfame-K (184 ocorrências)
Paration-methyl (178 ocorrências)
Phenoxyethanol (177 ocorrências)
Alpha-cypermethrin (177 ocorrências)
Procymidone (176 ocorrências)
Mecoprop (174 ocorrências)
maltitol (172 ocorrências)
Chlorpyrifos-methyl (170 ocorrências)
Propanil (168 ocorrências)
Pirimicarb (165 ocorrências)
Oxamyl (165 ocorrências)
Phorate (164 ocorrências)
Chlorfenvinphos (162 ocorrências)
Bendiocarb (162 ocorrências )
Fenamifos (161 ocorrências)
Indoxacarbe (159 ocorrências)
Esfenvalerato (152 ocorrências)
Fenpropatrina (152 ocorrências)
Hidrazida maleica (151 ocorrências)
Picloram (149 ocorrências)
Tiaclopride (149 ocorrências)
Metidatião (144 ocorrências)
Clorsulfurão (142 ocorrências)
Fludioxonil (141 ocorrências)
Profenofos (138 ocorrências)
Tebufenozida (137 ocorrências)
Fenarimol (135 ocorrências)
Metsulfurão metilo (135 ocorrências)
Terbutrina (133 ocorrências)
etião (130 ocorrências)
clotianidina (127 ocorrências)
de óxido cuproso (126 ocorrências)
Butaclor (126 ocorrências)
ametryn (124 ocorrências)
propazina (123 ocorrências)
Bentazona (122 ocorrências)
Lufenuron (119 ocorrências)
Metiocarbe (118 ocorrências)
Fosmet (117 ocorrências)
Pirimetanil (116 ocorrências)
Mielobutanil (114 ocorrências)
Ciromazina (113 ocorrências)
Benzoato de emamectina (113 ocorrências)
Diclorprope (110 ocorrências)
Prometryn (108 ocorrências)
Triazophos (105 ocorrências)
Disulfoton (105 ocorrências)
Cyprodinil (105 ocorrências)
Metoxifenozida (104 ocorrências)
Gama-BHC (104 ocorrências)
Folpet (103 ocorrências)
ANNATTO (103 ocorrências)
Amitrole (101 ocorrências)
Flumetrina (98 ocorrências)
Triadimenol (98 ocorrências)
Etil Vanilina (96 ocorrências)
Fosalona (92 ocorrências)
Hexaconazol (91 ocorrências)
Clorfenapira (91 ocorrências)
Ziram (91 ocorrências)
Dimeticona (90 ocorrências)
Penconazol (90 ocorrências)
Glufosinato-amônio (89 ocorrências)
Bronopol (89 ocorrências)
Carbossulfano (88 ocorrências)
Clorantraniliprole (86 ocorrências)
Estearilato de sódio Lactilato (84 ocorrências)
Dinotefuran (83 ocorrências)
Kresoxim-methyl (83 ocorrências)
Fenpropimorph (81 ocorrências)
Dichlofluanid (80 ocorrências)
Chlorotoluron (78 ocorrências)
Trifloxystrobin (78 ocorrências)
Naled (76 ocorrências)
Buprofezin (75 ocorrências)
Hexazinona (74 ocorrências)
Terbufos (74 ocorrências)
Clorpropamma (73 ocorrências)
Captafol (71 ocorrências)
Bensulfurão-metilo (70 ocorrências)
Piraclostrobina (70 ocorrências)
Metam-sódio (69 ocorrências)
Etofenprox (67 ocorrências)
MCPB (66 ocorrências)
Difenoconazol (66 ocorrências)
Quaternium-15 (63 ocorrências)
Bromacil (61 ocorrências)
Bromofos (61 ocorrências)
Fluometuron (61 ocorrências)
Metamitrona (60 ocorrências)
Fenhexamid (59 ocorrências)
Ioxynil (59 ocorrências)
Quinoline Yellow (59 ocorrências)
DNOC (57 ocorrências)
Cocamidopropil Betaína (57 ocorrências)
ISOMALT (56 ocorrências)
Novalurão (56 ocorrências)
Actínio (55 ocorrências)
Chlormequat (54 ocorrências)
Nicosulfurão (53 ocorrências)
Tribenuron-metilo (53 ocorrências)
Bromopropilato (51 ocorrências)
Boscalide (51 ocorrências)
Oxicloreto de cobre (50 ocorrências)
Propargite (50 ocorrências) ocorrências)
Ponceau 4R (50 ocorrências)
Cyproconazole (49 ocorrências)
Flusilazol (49 ocorrências)
Diazolidinil Ureia (47 ocorrências)
Metaflumizona (46 ocorrências)
Tolilfluanida (46 ocorrências)
Isofenfos (45 ocorrências)
Imidazolidinil Ureia (45 ocorrências)
Carmoisina (45 ocorrências)
Phenmedipham (43 ocorrências)
Teflubenzuron (43 ocorrências)
Estearato de zinco (43 ocorrências)
Fenpiroximato (42 ocorrências)
Cloridazo (41 ocorrências)
Bioresmetrina (40 ocorrências )
Flubendiamide (40 ocorrências)
Quinclorac (40 ocorrências)
Fitostanóis (38 ocorrências)
Acetato de etilo (37 ocorrências)
Thifensulfuron-methyl (36 ocorrências)
Quintozene (35 ocorrências)
Famoxadone (35 ocorrências)
Hexitiazox (35 ocorrências)
Cartap (34 ocorrências)
Benalaxyl (34 ocorrências)
Diquat Diquomide (34 ocorrências)
Dodine (33 ocorrências)
Demeton-S-methyl (33 ocorrências)
Red 2 (33 ocorrências)
Tiodicarbe (33 ocorrências)
Propinebe (32 ocorrências)
Spinetoram (30 ocorrências)
Rimsulfuron (29 ocorrências)
Quinoxifeno (29 ocorrências)
Fenoxaprop-P-Ethyl (29 ocorrências)
Flutriafol (29 ocorrências)
Daminozide (28 ocorrências)
Spirodiclofen (28 ocorrências)
Propamocarbe (28 ocorrências)
Cadusafos (27 ocorrências)
Bifenazato (27 ocorrências)
Sulfuril fluoreto (26 ocorrências)
Diflufenican (25 ocorrências)
Etofumesato (25 ocorrências)
Flutolanil (24 ocorrências)
Zeta-Cipermetrina ( 23 ocorrências)
Enxofre de lima (22 ocorrências)
Patente Azul V (21 ocorrências)
Azul 2 (21 ocorrências)
Dazomet (20 ocorrências)
Cletodim (19 ocorrências)
Dinocap (19 ocorrências)
Protioconazol (18 ocorrências)
Amarelo 2 (16 ocorrências)
Extrato de Cochonilha (16 ocorrências)
DMDM Hidantoína (14 ocorrências)
Mogrosídeos (14 ocorrências)
Zoxamida (14 ocorrências)
Vermelho 3 (14 ocorrências)
Pirazofós (13 ocorrências)
Cicloidesdim ( 13 ocorrências)
Fenoprop (12 ocorrências)
Thiometon (11 ocorrências)
Sulfoxaflor (10 ocorrências)
Amarelo 3 (10 ocorrências)
Carbetamida (10 ocorrências)
Fluopirame (9 ocorrências)
Mefenpyr-dietil (8 ocorrências)
Orange 1 (7 ocorrências)
Meptyldinocap (6 ocorrências)
Fosetyl alumínio (5 ocorrências)
Green S (5 ocorrências)
Acessulfame K (5 ocorrências)
Fluopicolide (3 ocorrências)
Amarelo 4 (3 ocorrências)
Verde 3 ( 2 ocorrências)
Laranja B (2 ocorrências)
Laranja 2 (1 ocorrências)
Amarelo 1 (1 ocorrências)
Hidroximetilglicinato de sódio (1 ocorrências)
Violeta 1 (0 ocorrências)
2,4-D (0 ocorrências)




FONTE:
Share:

SUA LOCALIZAÇÃO, EM TEMPO REAL.

Sobre Mim

Minha foto
UMA PESSOA SINCERA, TEMENTE A DEUS E SERVO DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. INTIMIDADE ALÉM DAS APARÊNCIAS!!!! APOIO OS SEGUINTES LINKS: (www.observandoanovaordem.blogspot.com/) (www.simceros.org/) CANAL OTANERY1, DO YOU TUBE.

Blogger Themes

Total de visualizações de página

Seguidores deste canal

Arquivo Geral do Blog

Minha lista de Sites e Blogs Parceiros

Translate this page

Receba notícias em seu e-mail

Hora Certa

Elite Maldita

Subscribe here to get our newsletter in your inbox, it is safe and EASY!