sábado, 22 de março de 2014

Pronto para a sua tatuagem eletrônica?

Google está em processo de venda de peças de fornecedores da Motorola para a Lenovo da China , mas não tudo isso. Ele não está vendendo o grupo de Motorola visionário pesquisa, tecnologia avançada e Projetos (ATAP), por exemplo.
Os relatórios que mencionam Google grupo ATAP 's normalmente listar alguns dos projetos mais conhecidos e mais coloridos que estão trabalhando.
Um deles é o Projeto Ara , que é um conceito de telefone modular que permite que as pessoas usam impressoras 3D e outros hacks para construir praticamente qualquer tipo de telefone que eles querem. O Google anunciou recentemente conferências-hacking de hardware para o projeto, que começará em abril. Alguns dizem que o telefone poderia ir à venda no início do próximo ano para o tão pouco quanto $ 50. Wow! Cool!
Outra é uma pílula chamada "pílula autenticação vitamina" que gera uma senha quando ingerido. Uh, OK. Isso soa, er, interessante.
A empresa também está trabalhando em tatuagens eletrônicas. Espere um minuto tatuagens-eletrônico? Isso não faz sentido. Como pode uma tatuagem ser eletrônico?
Tatuagens eletrônicas som ultra-futurista, algo no reino de vigas de transporte, terraformação de Marte e baratos iPhones .
Aqui está o que todo mundo precisa saber sobre tatuagens eletrônicas: Eles fazem todo o sentido, eles são inevitáveis, e eles vão estar no mercado muito em breve. Na verdade, é quase certo que você vai pelo menos tentar um dentro dos próximos cinco anos.
 

O que é uma tatuagem eletrônica?

Primeiro, deixe-me dizer-lhe que eles não são: Eles não são tatuagens. Não há tinta, agulhas ou piercings da pele.
A razão pela qual eles são chamados de "tatuagens" é que sua aplicação é semelhante aos de tatuagens falsas infantis. Começa geralmente, numa folha de plástico, é, em seguida, aplicado à pele e esfregado sobre a partir do exterior do plástico, em seguida, o plástico é retirado, deixando apenas um, remendo de borracha muito fina, que tem uma camada de fios de silicone flexível.
O conceito por trás tatuagens eletrônico é simples. A idéia é criar um dispositivo eletrônico, geralmente envolvendo sensores, que é mais fina que uma folha de papel e tão flexível como um band-aid que pode aderir à pele.
O segredo é eletrônica flexível. O principal benefício é o de que elas se tornam parte do corpo de uma forma não-invasiva, indolor e relativamente barato.
Além de sensores, o pacote de eletrônica pode conter capacidade de rede sem fio, de modo que não só pode transmitir dados dos sensores com facilidade, mas também ser controlada a partir de um computador remoto ou smartphones .

Por que as tatuagens eletrônicas acontecendo agora?

Quase todas as grandes revolução tecnológica é precedida por uma revolução dos materiais. Por exemplo, a revolução do computador deve a sua trajetória para o desenvolvimento de materiais semicondutores, incluindo silício, que substituiu os tubos de vácuo e trouxe na Lei existência de Moore, a lei que estabelece o número de transistores em circuitos integrados dobra a cada dois anos.
A revolução tatuagem eletrônica está vindo por causa do desenvolvimento da eletrônica em miniatura e flexíveis. De fato, o desenvolvimento da eletrônica flexível tem sido nas obras por décadas. A maioria dos produtos eletrônicos de consumo, a partir de telefones para câmeras digitais, contêm circuitos que são flexíveis, a fim de dobrar placas de circuito com o objetivo de colocar tudo em um pequeno espaço. Mas nos últimos anos, tornou-se cada vez mais possível a criação de circuitos flexíveis que podem rolar, esticar e, mais importante, Flex repetidamente sem falhar.

Quais são as tatuagens eletrônicas para?

Pesquisadores imaginar todos os tipos de aplicações médicas para tatuagens eletrônicas. Por exemplo, os termômetros extremamente precisos que podem controlar pequenas flutuações na temperatura do corpo e disparar alarmes quando o nível estiver acima ou abaixo de um limiar definido. Porque eles são tão fina e flexível, um patch termômetro pode ser usado por meses.
tatto electrinicIMAGEM: JOHN ROGERS / UNIVERSITY OF ILLINOIS
Um exemplo de uma "tatuagem eletrônica".
Em poucos anos, é provável que uma única, remendo de borracha barato, ligado ao peito de um paciente ou até mesmo um bebê recém-nascido irá monitorar uma ampla gama de sinais vitais, incluindo a frequência cardíaca, o estado nutricional, a temperatura corporal, hidratação e taxa de respiração.
Isto é onde a maioria de nós irá encontrar tatuagens eletrônicas. Batendo uma tatuagem eletrônica em pacientes para monitorar os sinais vitais provavelmente se tornará generalizado na área da saúde.
Mas existem outras aplicações para essa idéia além consultório do médico.
esboço tatuagem googleIMAGE: EUA ESCRITÓRIO DE PATENTES E MARCAS REGISTRADAS
Um desenho de pedido de patente, que fornece um exemplo de como mentira remendo detector conceito do Google pode funcionar.
O Google, por exemplo, tem patentes específicas para uma tatuagem eletrônica que funciona como um detector de mentiras . Há também uma tatuagem garganta que transmite sons da garganta para um smartphone ou outro dispositivo conectado. A idéia pode ser útil como um microfone para falar em um ambiente barulhento.
Uma empresa chamada Electrozyme faz tatuagens eletrônicas que aparecem para atingir o desempenho atlético. Eles podem medir os níveis de lactato, que mostram como a fadiga muscular muito está acontecendo. O emplastro pode detectar valores de pH sobre a pele, que mostra os níveis de hidratação, e outras métricas de valor claro para atletas. Imagine que toda uma equipe profissional de futebol vestindo esses patches e da equipe médica monitorar seus sinais vitais e fazer recomendações para o treinador para evitar o cansaço e lesões.
Tatuagens eletrônicos são o computador wearable final. Não há como dizer o que é um pedaço de eletrônica presa ao seu corpo em algum lugar e conectados sem fio a um smartphone pode fazer uma vez que os desenvolvedores de aplicativos se envolver.
Ele vai começar com os usos, principalmente médicos, em seguida, evoluir para uma capacidade de cyborg-como de fusão carne humana com sensores eletrônicos e de comunicação.

A verdadeira revolução é eletrônica flexível

O fato surpreendente sobre tatuagens eletrônicos é que eles são apenas um subproduto da revolução eletrônica flexível.
Ele irá permitir que outras coisas boas. Um deles será a roupa inteligente. Eletrônica construídas em calças, sapatos, camisas e jaquetas trará computação vestível em nossas roupas. Google Android chefe, Sundar Pichai, usou recentemente o exemplo de uma "jaqueta inteligente" ao falar sobre as possibilidades de o kit de desenvolvimento de software wearables ele estava anunciando.
herói lggflex 1
O smartphone LG Flex.
Eletrônica flexível permitirá que dispositivos flexíveis o primeiro grande exemplo de que é o LG Flex , um smartphone curvo. Mas podemos olhar para a frente a dispositivos garra que, quando aberto para fora plana, formam uma tela contínua em ambas as metades.
Haverá outros usos para eletrônica flexível, mas uma das maiores serão as tatuagens eletrônicas. É uma idéia que está por vir em breve. Uma vez que ele chega, ele está realmente indo para ficar.
Fonte: Pcworld
VIA:http://www.tudosobretecnologia.com.br/2014/03/pronto-para-sua-tatuagem-eletronica.html

 

Estará pronto para a Tatuagem electrónica?

A Google, no processo de venda da Motorola à empresa chinesa Lenovo, não incluiu uma importante área de pesquisa existente na Motorola, mais concretamente a ATAP (Advanced Technology and Projects), uma área visionária de pesquisa e projectos inovadores.
Esse grupo está identificado em relatórios recentes, como sendo responsável pelos mais populares e “inovadores” projectos que a Google apresentou recentemente. Um desses exemplos é o Projecto ARA. Mas há mais, por exemplo o comprimido que gera uma palavra-passe quando é engolido pelo utilizador, a que eles chamam de “Vitamin authentication pill”… é rebuscado, sim, mas é interessante o conceito. E que mais haverá?


Existem muitos outros projectos fantásticos pois este departamento da Motorola é uma incubadora de grandes ideias. Outro exemplo fantástico são as Tatuagens electrónicas. Não se espante, é mesmo isso que leu, pode ter a certeza que tatuar irá ter um “meio” electrónico para comunicar.
Este assunto pode ser um tanto futurista, para lá do viável, mas faz sentido. A pessoa pode transportar consigo o acesso ao tal “código” pessoal e intransmissível. Provavelmente é um assunto que em breve será abordado de forma muito séria como sendo a alternativa a tudo o que conhecemos, para termos sempre a chave de segurança. É um facto que estaremos a pouco mais que 5 anos desta realidade.


Tatuagens electrónicas com componentes flexíveis e duradoiros.

Mas o que são as Tatuagens electrónicas?
Antes de mais vamos separar as águas. Não se trata de uma tatuagem tal como as conhecemos: não há agulhas, não há tinta ou um qualquer piercing na nossa pele. A razão pela qual lhe deram o nome de “tatuagem” é que a aplicação que criaram se assemelha àquelas tatuagens falsas que colocávamos em criança que normalmente vinham nas pastilhas elásticas… lembram-se?
Isto porque essas tatuagens vinham numa película de plástico e colocando as mesmas na pele, pressionando, era transferida para a pele a imagem, uma tinta de borracha que estava sobre a nossa pele, as mais modernas eram pequenos fios de silicone.
O conceito por detrás das tatuagens electrónicas é simples. A ideia é criar um dispositivo electrónico, usualmente envolvendo sensores, que seja fino como uma folha de papel e flexível como um penso-rápido que se cole à nossa pele. O segredo deste dispositivo são os componentes electrónicos flexíveis e o cerne da questão é esta inovação passar a fazer parte do nosso corpo de uma forma não invasiva, indolor e barata.

A nanotecnologia permite um sem número de sensores flexíveis.
Adicionalmente aos sensores, o pacote electrónico terá a capacidade de transmitir sem-fios, o que permite não só uma interacção directa com o sensor mas também o controlo remoto de smartphones ou de computadores.

Mas porque aparecem agora as Tatuagens electrónicas?
Quase todos os grandes saltos tecnológicos são antecedidos pelo aparecimento de materiais revolucionários. Por exemplo, a revolução nos computadores deveu-se à revolução dos semicondutores, incluindo o silício, que vieram substituir as válvulas termiónicas o que trouxe a este mundo a existência da Lei de Moore, definindo que o número de transístores em circuitos integrados duplica a cada dois anos.


Novos componentes permitem um desenvolvimento rápido de alta tecnologia.
 
A revolução da tatuagem electrónica está a chegar porque o desenvolvimento de dispositivos electrónicos está numa escala nano e altamente flexível. De facto, o desenvolvimento da electrónica flexível está a acontecer há décadas. Grande parte dos consumíveis electrónicos, desde telefones às câmaras digitais, contêm circuitos que são flexíveis permitindo que se possam dobrar e arrumar para ocuparem pouco espaço. Mas, nestes últimos anos, apareceram circuitos que se podem dobrar, enrolar, esticar e mais importante que possam ser repetidamente dobrados sem que avariem.

Para que servem as tatuagens electrónicas?
O cientista John Rogers e a sua empresa MC10, desenvolveram circuitos electrónicos flexíveis que se fixam directamente sobre a pele como tatuagens temporárias para monitorizar a saúde de um utente. Chamaram-lhe Biostamp e são constituídos por uma “malha electrónica fina” que, tal como vimos anteriormente, se fixa à pele e mede a temperatura, hidratação e tensão arterial.
Rogers sugere que os seus dispositivos “epidérmicos electrónicos” poderiam ser desenvolvidos em grande massa para uso na saúde, permitindo uma monitorização dos pacientes sem os ter amarrados a “grandes máquinas”. Não só seria mais barato como a taxa de sucesso seria altamente favorável.
Este tipo de tecnologia serviria de monitorização constante de sinais vitais de um bebé, por exemplo.
 
Mas há muitas outras aplicações desta tecnologia como, por exemplo, no campo no âmbito atlético e desportivo. Esta tecnologia poderia dizer quando um atleta estava a precisar de se hidratar para uma melhor performance física, detectar a fadiga muscular, entre tantos outros itens que podem ser recolhidos em tempo real. Mesmo ao nível “pessoal” do dia-a-dia, estes dispositivos poderiam ter muita utilidade, como avisá-lo quando estivesse ao sol e necessitasse de um protector solar, até ao ponto de servir de monitorização dos sinais vitais das pessoas mais idosas ou mesmo de um bebé. Tudo com a facilidade de comunicação, preço e importância à vida humana.
A Google, por exemplo, tem patentes específicas para uma tatuagem electrónica que funciona como um detector de mentiras. Há também uma tatuagem no pescoço que transmite sons da garganta para um smartphone ou para outro dispositivo ao qual esteja ligado. A ideia pode ser útil e servir como microfone para falar em um ambientes barulhentos.
Estas são algumas ideias já em prática e que, em breve, poderão fazer parte do seu dia-a-dia. São tecnologias emergentes nas mãos de grandes empresas que pretendem em breve criar necessidades para justificar estas inovações. Há uma fome constante por tecnologia revolucionária… o futuro já começou, estará pronto para o usar?

FONTE:
http://pplware.sapo.pt/high-tech/estara-pronto-para-a-tatuagem-electronica/
 
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui ou deixe sua opinião.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

SUA LOCALIZAÇÃO, EM TEMPO REAL.

Blogger Themes

Total de visualizações de página

Seguidores deste canal

Arquivo Geral do Blog

Minha lista de Sites e Blogs Parceiros

Translate this page

Receba notícias em seu e-mail

Hora Certa

Elite Maldita

Subscribe here to get our newsletter in your inbox, it is safe and EASY!