sábado, 29 de março de 2014

Para que data está marcada a Terceira Guerra Mundial? - Pergunta feita por comentarista do site "Voz da Rússia"

Colagem: Voz da Rússia

Parece que já se sabe a data para o início da Terceira Guerra Mundial. Essa informação foi mantida em rigoroso sigilo da opinião pública mundial, mas todos os segredos tendem a ser revelados mais tarde ou mais cedo. 


Assim, o que espera a humanidade no futuro mais próximo e que fazer quando chegar a hora H?

Este é o tipo de postagens preocupadas que surge com frequência na Internet. Alimentadas com fatos, por vezes francamente distorcidos, sobre a situação na Ucrânia e sobre as ações da Rússia, as pessoas simplesmente não entendem o que se passa no mundo. Quando não se compreende – se inventa. A mídia não podia deixar de tecer especulações sobre o tema do início da Terceira Mundial. Para isso, tanto são usadas as antigas previsões de Nostradamus e de Vanga como uma interpretação incoerente dos atuais acontecimentos mundiais, por vezes mesmo com manipulação de fatos e falsificação da informação.

No segmento russo da Internet, por exemplo, neste momento são empoladas as previsões do famoso astrólogo russo Pavel Globa, que já em 2009 previu que a Terceira Mundial iria começar em março de 2014, durante uma redefinição global das fronteiras dos países e num ambiente de escalada de conflitos militares. A guerra, dizia Globa, deveria começar durante as Olimpíadas de Sochi, ou pouco depois do seu encerramento. Ele também previu que a Ucrânia seria dividida em várias partes. Talvez devêssemos acreditar realmente nas capacidades sobrenaturais de um cérebro humano capaz de prever os acontecimentos futuros com tanto detalhe.

Contudo, se voltarmos a analisar atentamente o texto original que foi usado para essa notícia, descobrimos que, apesar de o material estar datado de 2009, nele foi introduzida uma série de alterações após os acontecimentos na Ucrânia. Foram essas alterações que transformaram um artigo vulgar num artigo verdadeiramente sensacionalista que alastrou rapidamente pela imensidão da Internet. A pergunta é: porque caímos repetidamente nesse tipo de armadilhas?

A psicóloga Irina Lukyanova considera que isso se deve à nossa tendência interior para a autopreservação:

“Todos conhecemos o provérbio “um homem prevenido vale por dois”. Por isso, nós preferimos ter conhecimento antecipado dos perigos de forma a nos prepararmos. Temas como a guerra, mais ainda uma Terceira Mundial, não deixam de nos preocupar porque ela nos tocará a todos, tal como aconteceu com a Segunda Guerra Mundial que deixou uma memória muito viva até aos nossos dias. Podemos dizer que é esse medo profundo que motiva o nosso interesse profundo por esses temas”.

Nos últimos anos têm ganho uma invulgar popularidade temas como as previsões do fim do mundo e o fim da vida na Terra. Enquanto uns se mostram céticos em relação a todas essas crendices, outros estão sempre pesquisando notícias frescas em busca de mais uma confirmação que a Terceira Guerra Mundial está para breve.

A vidente búlgara Vanga, por exemplo, pensa que o mundo irá balançar à beira da catástrofe enquanto não se der a queda da Síria e é então que a guerra universal irá começar. Em 1978, quando foi feita essa profecia, muitos não a entenderam. Porém, e tendo em conta os últimos acontecimentos, podemos considerar que suas palavras fazem sentido.

A conhecida profetisa inglesa Joanna Southcott, que viveu no limiar entre os séculos XVIII e XIX, estava convencida que o Apocalipse irá chegar precisamente do Oriente: “Quando a Oriente começar a guerra, saibam que o fim está próximo!” Ela pronunciou essa sentença em 1809 e nessa altura poucos a entenderam. Contudo, muitas das suas previsões se realizaram: a Revolução Francesa, a chegada de Napoleão ao poder e, mais tarde, a sua queda.

A profetisa egípcia Joy Ayyad, pelo contrário, está convencida que não haverá nenhuma Terceira Guerra Mundial. Ela diz que segue atentamente todas as evoluções do mapa astral da Terra e pensa que a Terra não se encontra ameaçada por uma guerra que resulte em violência generalizada, mas que o mundo terá outro tipo de guerras, como as informativas e as econômicas. A batalha principal será porém pelas mentalidades.

Na Terceira Guerra Mundial não serão usadas armas de guerra, mas sim meios de comunicação social. Essa guerra já está em curso. Por isso é importante entender aquilo que lemos, vemos e ouvimos. É preciso saber analisar e conjugar os fatos e, nesse caso, já poderemos sair ilesos desse “massacre”.

FONTE:
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui ou deixe sua opinião.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

SUA LOCALIZAÇÃO, EM TEMPO REAL.

Blogger Themes

Total de visualizações de página

Seguidores deste canal

Arquivo Geral do Blog

Minha lista de Sites e Blogs Parceiros

Translate this page

Receba notícias em seu e-mail

Hora Certa

Elite Maldita

Subscribe here to get our newsletter in your inbox, it is safe and EASY!