quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Mídia chinesa: militares devem estar prontos para combater os EUA no Mar do Sul da China

Editorial no Global Times, que está perto de governantes comunistas, condena "provocações e coerção incessantes" de Washington

Embarcações de dragagem chinês nas águas em torno Malícia recife no Mar da China do Sul. Os EUA é esperado para velejar navios de guerra perto das ilhas artificiais nas próximas duas semanas. Foto: Reuters

A mídia chinesa criticou os EUA na quinta-feira para "provocações" incessantes no sul da China Sea, com Washington esperados para enviar em breve navios de guerra perto de ilhas artificiais Pequim construiu em águas disputadas.

Um editorial no Global Times, que está perto de Partido Comunista da China, condenou EUA "coerção", acrescentando: ". A China não deve tolerar violações desenfreadas dos EUA de águas adjacentes da China e os céus sobre essas ilhas em expansão"

Ele disse militar da China deve "estar pronto para lançar contramedidas acordo com o nível de Washington de provocação".

As tensões têm montado desde que a China transformou recifes da região - também reivindicados por vários países vizinhos - em pequenas ilhas capazes de suportar instalações militares, um movimento os EUA diz que ameaça a liberdade de navegação.


O que há por trás da vontade de Pequim de controlar o Mar da China do Sul?

Após uma reunião de oficiais americanos e australianos na terça-feira, o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ash Carter, advertiu Pequim que Washington continuaria a enviar suas forças armadas, onde a lei internacional permite, incluindo o Mar do Sul da China.

As observações foram apoiadas pelo ministro das Relações Exteriores australiano, Julie Bishop, que disse que os dois países estavam "na mesma página".

Altos funcionários em Washington indicaram que o exército norte-americano poderia navegar por estas ilhas nos próximos dias ou semanas.

O navio de guerra ou navios iria passar dentro do limite territorial 19 km (12 milhas) a China reivindica ao redor das estruturas, para demonstrar que os comandantes norte-americanos não reconhecem isso.

Tal movimento, o Global Times sugeriu, poderia ser uma "violação da linha de fundo da China".

"Se os EUA invade interesses centrais da China, os militares chineses vai se levantar e usar a força para detê-lo", o jornal advertiu.

O editorial veio depois a porta-voz do Ministério do Exterior da China, Hua Chunying, disse que "alguns países têm sido flexionando os músculos militares no Mar da China Meridional mais recente período de tempo".

"Essa é a maior causa de" militarização "no Mar do Sul da China", acrescentou ela em uma coletiva regular, na quarta-feira.

No sábado, a China disse que o trabalho tinha terminado em dois faróis na área em disputa e se comprometeram a construir mais instalações, que, segundo ela, tinham a intenção de servir civil, bem como fins militares.

As imagens de satélite das ilhas publicado por um think baseados em Washington mostram tanque de pistas que poderiam ser usados ​​por jatos da Força Aérea.

Brunei, Malásia, Filipinas e Vietnã - membros da Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean) - reivindicam partes do mar. Taiwan é um sexto requerente.

China convidou os ministros da defesa da Asean para uma cimeira informal de dois dias em Pequim, a partir de quinta-feira, de acordo com o Ministério da Defesa do país.

Enquanto isso, o Vietnã acusou a China de afundar um dos seus barcos de pesca perto de ilhas em disputa no Mar do Sul da China que possam aumentar ainda mais as tensões entre os dois vizinhos comunistas.

Phan Huy Hoang, funcionário na província central de Quang Ngai, onde os pescadores veio, disse na quinta-feira um navio chinês bateu no barco de pesca com 10 pescadores a bordo perto das ilhas Paracels em 29 de setembro e afundou-lo.

Os pescadores foram resgatados por um outro barco de pesca Vietnamita eo caso foi denunciado às autoridades, quando os pescadores voltaram para casa há dois dias.

Hoang disse que mais de 20 barcos de pesca vietnamitas tinha sido atacado por embarcações chinesas este ano. Ele disse que um protesto formal seria feito para a China.

FONTE:
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui ou deixe sua opinião.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Sobre Mim

Minha foto
UMA PESSOA SINCERA, TEMENTE A DEUS E SERVO DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. INTIMIDADE ALÉM DAS APARÊNCIAS!!!! APOIO OS SEGUINTES LINKS: (www.observandoanovaordem.blogspot.com/) (www.simceros.org/) CANAL OTANERY1, DO YOU TUBE.

Blogger Themes

Total de visualizações de página

Seguidores deste canal

Arquivo Geral do Blog

Minha lista de Sites e Blogs Parceiros

Translate this page

Receba notícias em seu e-mail

Hora Certa

Elite Maldita

Subscribe here to get our newsletter in your inbox, it is safe and EASY!

UOL AFILIADOS

LOMADEE.COM

LOMEDEE.COM