segunda-feira, 13 de junho de 2016

O maior massacre a tiros da história dos EUA foi realizado por extremista Islâmico - EI reivindicaa autoria




Ataque que deixou 50 mortos e mais de 50 feridos em casa noturna gay de Orlando entrou para o topo da lista de maiores execuções em massa do país.

A execução em massa que deixou 50 mortos numa casa noturna gay em Orlando, na Flórida, foi classificada como o maior massacre a tiros da história dos Estados Unidos.

O atirador foi Omar Saddiqui Mateen, de 30 anos, cidadão americano de origem afegã. Ele disparou contra os frequentadores do clube Pulse, no centro da cidade, na madrugada deste domingo (12/06).

Depois de fazer ao menos 30 reféns, o autor do ataque foi morto em troca de tiros com a polícia. O FBI, que classificou o episódio como ato terrorista, investiga se Mateen tem ligação com o extremismo islâmico.



Policial orienta família a ficar longe da boate alvo do atirador em Orlando, nos Estados Unidos (Foto: Phelan M. Ebenhack/AP Photo)



O último massacre que chocou os EUA foi o tiroteio de San Bernardino, na Califórnia, em dezembro de 2015. O casal Syed Farook e Tashfeen Malik matou 14 pessoas e feriu 17 num centro de assistência para pessoas com necessidades especiais.

O site de monitoramento Shootingtracker.com compilou as maiores execuções em massa já ocorridas em território americano:

1º de agosto de 1966 - Charles Whitman, atirador de elite, mata 16 pessoas a partir do telhado da Universidade de Austin, no Texas. No dia anterior, ele havia assassinado a mãe e a esposa.

18 julho de 1984 - Oliver Humberty, veterano da Guerra do Vietnã, assassina a tiros 22 pessoas num restaurante em São Diego, na Califórnia.

20 agosto de 1986 - Patrick Henry Sherrill, um carteiro americano que era ameaçado de ser demitido, mata a tiros 14 pessoas num posto dos Correios em Edmond, Oklahoma.

29 de dezembro de 1987 - Gene Simmons, um sargento reformado que enfrentava problemas financeiros, mata 16 pessoas – entre elas cinco familiares – em Russellville, Arkansas.

16 de outubro de 1991 - O caminhoneiro George Hennard mata 22 pessoas em uma cafeteria de Killeen, no Texas, antes de se suicidar.

20 abril de 1999 - Dois estudantes matam 13 pessoas e ferem 23 na escola Columbine, em Littleton, Colorado, antes de se suicidarem.

16 de abril de 2007 - Seung-Hui Cho, de 27 anos, mata 32 pessoas e se suicida no campus universitário em Blacksburg, Virginia.


5 de novembro de 2009 - O psiquiatra militar Nidal Hasan mata a tiros 13 pessoas numa base do Exército em Fort Hood, Texas.

14 de dezembro de 2012 - Adam Lamza mata 26 pessoas, entre elas 20 crianças, em uma escola primária de Newtown, em Connecticut, antes de se suicidar. No dia anterior, ele assassinou a própria mãe em casa.

16 de setembro de 2013 - Aaron Alexis assassina 13 pessoas antes de se matar no Centro de Operações da Marinha na capital Washington.

2 dezembro de 2015 - Quatorze pessoas são mortas a tiros no centro de ajuda a deficientes em São Bernardino (Califórnia). Syed Farook e sua esposa Tashfeen Malik, mortos em seguida pela polícia, foram os responsáveis pelo massacre.

20 de fevereiro de 2016 – Jason Dalton, um motorista do Uber, mata seis pessoas, entre elas um menino de oito anos, na cidade de Kalamazoo (Michigan). O atirador foi detido e processado.




FONTES:

Deutsche Welle

VIA:


Um ferido é socorrido após o massacre na boate Pulse Foto: AP Photo/Steven Fernandez



Apesar das autoridades dos Estados Unidos não encontrarem nenhuma evidência imediata de qualquer conexão direta entre o massacre de Orlando e o grupo terrorista Estado Islâmico, jihadistas usaram o Twitter para comemorar o ato. Segundo o "Terror Monitor", que monitora contas de terroristas em redes sociais, o jihadistas celebraram a morte de 50 pessoas e, agora a pouco, segundo a agência de notícias "Reuters", a Amaq, a agência de notícias do grupo, assumiu a autoria do atentado que teria sido feito por um "soldado do grupo".


Foto: Reprodução/ Terror Monitor



"O ataque armado que tinha como alvo uma boate gay na cidade de Orlando, no estado americano da Flórida, que deixou mais de 100 mortos e feridos, foi levado a cabo por um soldado do Estado Islâmico", teria dito a Amaq, segundo a "Reuters".

O presidente Barack Obama discursou na tarde deste domingo, e chamou o massacre de "ato de terror e ódio". As autoridades americanas investigam qual seriam as motivações do atirador identificado como Omar Mateen, de 29 anos.



Foto: Reprodução do twitter/ Terror Monitor


Foto: Reprodução do twitter/ Terror Monitor


Foto: Reprodução do twitter/ Terror Monitor


Foto: Reprodução do twitter/ Terror Monitor


Foto: Reprodução do twitter/ Terror Monitor

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Faça seu comentário aqui ou deixe sua opinião.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Sobre Mim

Minha foto
UMA PESSOA SINCERA, TEMENTE A DEUS E SERVO DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. INTIMIDADE ALÉM DAS APARÊNCIAS!!!! APOIO OS SEGUINTES LINKS: (www.observandoanovaordem.blogspot.com/) (www.simceros.org/) CANAL OTANERY1, DO YOU TUBE.

Blogger Themes

Total de visualizações de página

Seguidores deste canal

Arquivo Geral do Blog

Minha lista de Sites e Blogs Parceiros

Translate this page

Receba notícias em seu e-mail

Hora Certa

Elite Maldita

Subscribe here to get our newsletter in your inbox, it is safe and EASY!

UOL AFILIADOS

LOMADEE.COM

LOMEDEE.COM